Sindipetro PE/PB denuncia descaso com trabalhador acidentado na Petrobrás Transporte

Segunda, 24 Maio 2010 21:00
Trabalhador acidentado recebe 7 dias do médico mas não é liberado...

Sindipetro PE/PB

Em total descaso com a saúde do trabalhador, o T.A.Cabedelo vem mantendo na área um empregado que acidentou-se na última quarta-feira, dia 19, e por isso  está com um atestado médico que determina o seu afastamento por sete dias para recuperação. Como agravante, o trabalhador tem 74 anos de idade. Com nove pontos na perna esquerda, ele fica no terminal, sem fazer nada.

O motivo desse absurdo é claro: esse é o primeiro acidente com afastamento da área da Gerência do Nordeste. O registro do acidente mancha o bonito gráfico do indicador TFCA (Taxa de Frequência de Acidentados com Afastamentos) da Gerência.

Para não estragar seus gráficos, a empresa se coloca acima da autoridade médica e coloca em risco a recuperação do trabalhador. Essa é apenas a ponta do iceberg de problemas provocados pelo diretor de Dutos que alimentando um mundo de faz-de-conta rasga as diretrizes que a empresa fica propagando pelos corredores.

É a política do não-sei-de-nada ignorando a saúde e a segurança dos trabalhadores e anulando a confiabilidade desses gráficos, meras maquiagens montadas para acionistas. Com tais atitudes abomináveis, quem garante que muitos outros trabalhadores não foram obrigados a ignorar ordens médicas e manter-se em serviço só para maquiar os resultados de gerentes inescrupulosos? Isso é uma vergonha para o Sistema Petrobrás e tem se repetido em outras unidades pelo país e gerado processos contra a estatal. 

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.