FUP declara solidariedade às vitimas do Terremoto no Haiti

Quinta, 14 Janeiro 2010 22:00
Após o terremoto que atingiu um dos países mais pobres do mundo, a sociedade brasileira encontra-se comovida...

Imprensa da FUP

Após o terremoto que atingiu um dos países mais pobres do mundo, a sociedade brasileira encontra-se comovida com a situação caótica em que se encontra a população do Haiti. Diante desta catástrofe, a FUP, em nome de toda a categoria petroleira, declara solidariedade a todas as vitimas e lamenta profundamente a morte de Zilda Arns, uma das grandes lutadoras das causas humanitárias do mundo e que estava em missão assistencial no país.
 

Queremos expressar nossos sentimentos às vitimas, aos familiares da população haitiana e de todos os brasileiros mortos e feridos durante o terremoto ,e especialmente às entidades sindicais que representam a classe trabalhadora haitiana.

 

Quem foi Zilda Arns?

Zilda Arns Neumann tinha 75. Médica e sanitarista foi fundadora e coordenadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, órgão de Ação Social da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Foi indicada três vezes ao Nobel da Paz.  Desde 2003, Zilda era membro do CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social), órgão consultivo da Presidência da República, composto majoritariamente pela sociedade civil, também integrado por representantes da CUT, conselheiros que  com ela tiveram contato em várias reuniões.

 
 
 

 

 

 

 

 

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.