Na Bacia de Campos, acidentes já fazem parte da rotina dos trabalhadores

Quinta, 14 Janeiro 2010 22:00
Em menos de um mês, o Sindipetro NF foi informado sobre três acidentes ocorridos em plataformas na Bacia...

Imprensa da FUP

Em menos de um mês, o Sindipetro NF foi informado sobre três acidentes ocorridos em plataformas na Bacia de Campos. O primeiro foi no dia 04, em P-35, onde um trabalhador que caiu de um piso ao outro,  teve duas costelas fraturadas. Felizmente, o operador de petróleo, Ricardo Pereira Carnauba, que ainda encontra-se em observação, já está em casa.

Após uma semana, mais dois acidentes foram causados por mero descaso. Um aconteceu em P-40, quando uma câmera de vídeo do sistema de imagens da plataforma, que pesa cerca de 30kg, caiu de uma altura de quase 30 metros. Neste caso, segundo relato de trabalhadores que presenciaram o fato, momentos antes da queda do equipamento, um trabalhador teria passado pelo local, ou seja, todos os trabalhadores das plataformas devem contar com a sua organização e o exercício do direito de recusa para poder garantir a vida.

No mesmo dia, outro operador da Petrobrás sofreu a conseqüência da falta de compromisso da empresa com a segurança de seus  funcionários. Neir de Souza Coutinho trabalhava em P-47, na inversão da “figura 8” (peça maciça e cilíndrica), que acabou caindo em seu pé, fraturando quatro dedos. O Trabalhador foi socorrido na enfermaria da plataforma e conduzido à Macaé, através de um vôo normal, ou seja, como se nada tivesse o atingido. No aeroporto, o operador precisou aguardar um carro da Companhia durante uma hora, para depois ser atendido no Centro Ortopédico da cidade. Segundo informações do médico que o atendeu, seu caso é grave, o que causará o afastamento de mais um trabalhador de seu posto de trabalho.

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.