Os excessos das gerências durante a greve dos petroleiros

Domingo, 29 Março 2009 21:00
Mais uma vez, as gerências da Petrobrás reagiram ao direito constitucional de greve com truculência e autoritarismo...

Imprensa da FUP

Mais uma vez, as gerências da Petrobrás reagiram ao direito constitucional de greve com truculência e autoritarismo. Os tais "excessos" da greve que teriam levado a direção da empresa a querer criar uma comissão interna para punir os trabalhadores foram cometidos, sim, mas pelas gerências.

Foi ou não foi excesso desrespeitar decisões judiciais, "capturar" trabalhadores em casa, cortar a comunicação, distribuir cartas de demissões, atropelar dirigentes e militantes sindicais e tantas outras arbitrariedades?

As gerências tentaram de tudo para impedir a greve, de cárcere privado a intimidações policiais e ameaças de punição. Os trabalhadores resistiram bravamente às pressões e coações que sofreram durante os cinco dias de greve.  Já as gerências... quanto despreparo e desequilíbrio...

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.