Gerência da Regap pega pesado nas ameaças de demissões

Domingo, 22 Março 2009 21:00
Desde a noite de ontem, 22, os petroleiros do Grupo 5 cortaram rendição e aderiram o movimento ...

Sindipetro MG

 

Desde a noite de ontem, 22, os petroleiros do Grupo 5 cortaram rendição e aderiram o movimento de greve iniciado à zero hora deste dia 23.

 

Somente entraram para trabalhar supervisores e alguns petroleiros que foram pressionados e ameaçados de demissão pela gerência da refinaria, o que mostra claramente que a gerência da Regap vem descumprindo o direito de greve de seus empregados.

 

Hoje, 23, 90% do Grupo 3 e 40% do administrativo, que entrariam às 7h30, aderiram ao movimento.

 

Denúncia de cárcere privado

 

O Grupo 1 que entrou para o trabalho ontem, 22, às 15h30, permanece na operação da Regap, sendo os trabalhadores impedidos de deixar a refinaria.

 

O Sindipetro/MG vai procurar a justiça com a denúncia de cárcere privado, para permitir que os trabalhadores sejam liberados pela empresa.

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.