Greve já começou na RPBC e terminais de Pilões e Alemoa

Sábado, 21 Março 2009 21:00
Antecipando o movimento, o Sindipetro-LP iniciou hoje, às 15 horas, a greve nacional unificada da categoria...

Sindipetro Litoral Paulista

Antecipando o movimento, o Sindipetro-LP iniciou hoje, às 15 horas, a greve nacional unificada da categoria na RPBC e terminais Alemoa e Pilões. O motivo não poderia ter sido outro se não a tentativa da Petrobrás de derrotar um ato legítimo dos trabalhadores em defesa de seus direitos.

Pela manhã o Sindipetro-LP estava na RPBC informando a categoria sobre a greve quando chegou a notícia, pelo Grupo 3, de que a empresa estava convocando petroleiros e petroleiras para os grupos de contingência. Sabendo disso, o sindicato decidiu parar o Grupo 1, às 15 horas.

A empresa autoritariamente não concordou e, às 18 horas, começou a ligar para os trabalhadores, intimidando-os . Com isso, não entra mais ninguém, seja na RPBC ou nos terminais. O próximo turno a ser parado é o das 23 horas.

Ficou clara a intenção da empresa de usar de qualquer instrumento para barrar a greve. O Sindipetro-LP convoca todos os petroleiros e petroleiras ao movimento grevista.

No momento a concentração ocorre na sede do Sindipetro-LP (Avenida Conselheiro Nébias, 248) e diversos outros sindicatos, o movimento estudantil, entidades populares e lideranças nacionais iniciaram uma ampla movimentação de solidariedade. Durante a madrugada a orientação é para que todos cerrem fileiras nas portarias da Refinaria e dos terminais.

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.