Petrobrás tenta entrar com interdito proibitório na Bacia de Campos, mas Juíza garante direito de grevistas continuarem a bordo

Sábado, 21 Março 2009 21:00
O Sindipetro-NF foi notificado hoje de decisão liminar da Justiça, em razão de interdito proibitório pedido...

Sindipetro NF

O Sindipetro-NF foi notificado hoje de decisão liminar da Justiça, em razão de interdito proibitório pedido pela Petrobrás para tentar desembarcar trabalhadores grevistas. A juíza Gisele Bondim não atendeu à empresa, garantindo o direito dos petroleiros a permanecerem a bordo.

Confira abaixo o trecho da decisão da juíza onde é citado o direito dos petroleiros grevistas permanecerem a bordo:

 “No entanto, não há como se deferir o requerimento da Petrobrás no sentido de, livremente, determinar o desembarque dos empregados que não queiram trabalhar. Ao contrário, a empresa deve lhes assegurar o direito de permanecer, pacificamente, no local de trabalho, uma vez que não há qualquer norma legal que determine o contrario.

Ademais, se o que se procura preservar á a segurança, a execução do desembarque forçado dos trabalhadores acabaria por fomentar conflitos, colocando em risco a segurança dos trabalhadores e do próprio ambiente de trabalho.”

Leia a íntegra do documento no site do Sindipetro NF

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.