Sindipetro NF recebe denúncia de ameaças e retaliações feitas durante a mobilização do dia 18, na Bacia de Campos

Quarta, 25 Fevereiro 2009 21:00
O sindicato recebeu denuncia de que um Coman da P-54 fez ameaças de retaliações aos trabalhadores...

Sindipetro NF

O sindicato recebeu denuncia de que um Coman da P-54 fez ameaças de retaliações aos trabalhadores que participaram da mobilização do dia 18 de fevereiro, dizendo que o RH da Petrobras estava solicitando uma lista nominal dos que aderiram a mobilização. O sindicato está atento e não vai admitir mais este desrespeito ao direito de organização dos trabalhadores. O código de ética da Petrobras, a legislação do Brasil e as convenções internacionais que o Brasil assinou garantem o direito de organização e mobilização dos trabalhadores. Não serão alguns gerentes autoritários que vão intimidar a categoria petroleira de organizar-se, isso não aconteceu nem nas tentativas que ocorreram nos duros anos de FHC.

A mobilização do dia 18 de fevereiro foi votada e aprovada nacionalmente pela categoria, fazer retaliações aos trabalhadores que participaram pode ser motivo de condenação na justiça. Um exemplo disso foi o fato da Petrobras ter sido condenada a manter em todos os seus quadros de aviso a decisão da justiça que proibia perseguições aos empregados que tinham ações na justiça no passado.

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.