Soros eleva participação na Petrobras e torna-se o segundo maior acionista da empresa em Nova Iorque

Quinta, 19 Fevereiro 2009 21:00
BOSTON e RIO. O megainvestidor George Soros se tornou o segundo maior acionista da Petrobras, considerando...

Bloomberg News

BOSTON e RIO. O megainvestidor George Soros se tornou o segundo maior acionista da Petrobras, considerando os papéis da empresa negociados na Bolsa de Nova York, os chamados ADRs (recebíveis de ações). O crescimento de sua participação, para 1,45%, foi possível por meio da compra de 16 milhões de ADRs. A aquisição foi feita ao longo do quarto trimestre de 2008, de acordo com documentação protocolada ontem na Securities and Exchange Commission (SEC, órgão regulador do mercado de capitais americano).

Na avaliação de analistas, a compra foi feita em um bom momento.

- O preço do petróleo deve subir com força nos próximos anos. A Petrobras é a única grande empresa internacional em que se pode ter confiança de que a produção vai crescer a um ritmo de 5% ao ano - disse Hernan Ladeuix, chefe de pesquisa de óleo e gás da CLSA, em Cingapura.

Do capital total da Petrobras, 29,7% são ADRs negociados no mercado americano. A empresa não comentou a aquisição de Soros. A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão regulador do mercado de ações no Brasil, não monitora a compra de ADRs por fundos do exterior.

Soros também elevou sua participação para 2% na produtora de fertilizantes Potash. No setor varejista, aumentou sua fatia na Best Buy para 2,3% e reduziu a da Wal-Mart para 0,01%. O Soros Fund Management LLC administra ativos de US$21 bilhões. (Colaborou Juliana Rangel)

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.