Política de SMS da Petrobrás mata mais um

Segunda, 05 Janeiro 2009 22:00
A Petrobrás já inicia o ano de 2009 causando revolta e indignação aos trabalhadores...

Imprensa da FUP

A Petrobrás já inicia o ano de 2009 causando revolta e indignação aos trabalhadores, devido a mais um acidente ocorrido ontem, 04, na P-34.

O saldo do acidente provocado por falha de uma válvula de bloqueio na plataforma FPSO P-34, que opera no campo de Jubarte, no litoral sul do Espírito Santo, a 130 km de Vitória, foram dois trabalhadores feridos e um morto.

Os trabalhadores prestavam serviços à Petrobrás pela UTC Engenharia, que até o momento não se pronunciou.

O trabalhador falecido Willian Robson Vasconcelos era caldeireiro, morador do Município de Serra – ES, e infelizmente, é mais um nome que entra para a lista de tragédias causadas pela política de (in) segurança da empresa.

Os outros dois trabalhadores Mário Alves de Souza e Marivaldo Pedro Alves de Souza, sofreram escoriações leves e foram atendidos na enfermaria da plataforma.

O Sindipetro ES já indicou um diretor de SMS que também fará parte do grupo de trabalho montado pela Petrobrás para investigar as causas do acidente.

A FUP está encaminhando um ofício à Petrobrás, solicitando o quanto antes, uma reunião para discutir o acidente.

 

 

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.