Dieese lança boletim semanal com monitoramento do avanço da Covid na Petrobrás

Terça, 18 Maio 2021 14:50

Em parceria com a FUP e o Sindipetro-NF, o Dieese lança esta semana um informativo semanal sobre os casos de Covid-19 na Petrobrás e no setor de energia. "Nesta semana o Brasil chega a marca de 436,8 mil óbitos e 15,6 milhões de pessoas contaminadas pela COVID-19. Na Petrobrás chegamos a 32 mortes e 6.441 trabalhadores contaminados", destaca o boletim, com base nos números divulgados pelo Miinistério de Minas e Energia e da Agência Nacional de Petróleo. "Até o momento, 16,27% do total de trabalhadores da Petrobrás tiveram algum tipo de contato com a Covid-19", informa o Dieese no levantamento.

"Os dados aqui apresentados e sumariamente comentados são provenientes do Boletim de Monitoramento COVID-19, realizado pelo MME e atualizado semanalmente, e do Painel Dinâmico de Dados de COVID de Instalações de Exploração e Produção, elaborado pela ANP e atualizado a cada comunicação de ocorrência de suspeitos ou confirmados pelas empresas. Cabe destacar que enquanto os dados do MME tratam de cada empresa do setor de energia federal, os dados da ANP dizem respeito à toda atividade de E&P, de diversas empresas - ou seja, não incluem apenas informações da Petrobrás controladora, não incluindo informações das subsidiárias", destaca o Dieese.

Entre os trabalhadores das unidades do Sistema Petrobrás que perderam a vida para a Covid-19 na última semana, estão: Bárbara da Silva Andrade, enfermeira da empresa NM que prestava serviço na REFAP (RS); Daniel Cristiano Müller, técnico de manutenção da REFAP (RS) que trabalhava nos serviços de parada de manutenção da REPAR (PR); Valdir Duma, bombeiro civil que prestou serviços na SIX e na REPAR (PR); Marcelo Eduarde, técnico de Operação da REDUC (RJ).

A FUP e os sindicatos de petroleiros vêm denunciando a negligência e irresponsabilidade da gestão da Petrobrás desde o início da pandemia, bem como o descumprimento das normas e recomendações de segurança dos órgãos fiscalizadores e de instituições de saúde, como a Fiocruz. Além de negar-se a testar em massa os trabalhadores próprios e terceirizados e a emitir CATs para os contaminados, a gestão da empresa insite em manter aglomerações nas unidades operacionais, principalmente durante as paradas de manutenção, não fornece máscaras adequadas e nega-se a contabilizar os casos de trabalhadores terceirizados infectados e que perderam a vida para a Covid. 

Os boletins do Dieese podem ser acessados semanalmente no site da FUP.

 

 

Última modificação em Quarta, 19 Maio 2021 17:12

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.