Trabalhadores da Usina do Xisto decidem retomar greve

Segunda, 19 Abril 2021 12:31

Após duas sessões de assembleia, 96% dos petroleiros da SIX aprovaram volta do movimento paredista a partir de 20 de abril

Mais uma vez a gestão da Usina do Xisto (SIX), em São Mateus do Sul, demonstrou dificuldade em dialogar com os trabalhadores e desistiu da mesa de negociação marcada para esta sexta-feira (16). Após o “fato novo”, que não chega a ser surpreendente, por se tratar da atual direção da Petrobrás, a maioria dos petroleiros do xisto aprovou, em duas sessões virtuais de assembleia, realizadas também nesta sexta, retomar a greve a partir de 20 de abril.

Vale ressaltar que desde o primeiro dia de paralisação, em 26 de março, a empresa impede a entrada da própria força de trabalho no parque industrial. Também demonstra desprezo pela segurança ao utilizar grupos de contingência formados sem a mediação com o Sindicato, o que é ilegal.

A categoria reivindica melhores condições de trabalho e garantia de direitos caso a privatização da unidade se confirme. Além disso, há pedidos de adoção de várias medidas de segurança para os trabalhadores, instalações e comunidades do entorno da Usina do Xisto.

Petroleiros da SIX na luta. A greve é justa!

Via Sindipetro PR/SC

Última modificação em Segunda, 17 Maio 2021 18:20
Publicado em Sistema Petrobrás

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.