MME: Casos de covid-19 na Petrobrás já passam de 800

Quarta, 06 Maio 2020 17:38

Enquanto a gestão bolsonarista de Roberto Castello Branco continua negligenciando medidas preventivas cobradas pela FUP, mais de 800 casos de Covid-19 já foram confirmados em unidades da empresa, segundo levantamento do Ministério das Minas e Energia. De acordo com o boletim mais recente do ministério, divulgado terça-feira (5), foram registrados 1.642 casos suspeitos da doença na empresa, 806, confirmados e 231, recuperados.

A situação é mais crítica nas plataformas, onde, até o dia 30 de abril, 329 trabalhadores já haviam testado positivo para a Covid-19, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP). Na Bacia de Campos, os petroleiros estão sendo desembarcados em massa, como revela reportagem da repetidora da TV Globo no Norte Fluminense (veja tweets da FUP).  

Como a FUP vem denunciando, o autoritarismo da atual gestão da Petrobrás, que foge do diálogo com as representações sindicais, segue a mesma lógica centralizadora e negacionista do governo Bolsonaro. Enquanto isso, a contaminação da Covid-19 se espalha pelas plataformas, sem controle, colocando em risco os trabalhadores e suas famílias.

Até quando a direção da Petrobrás vai continuar fingindo que está tudo sob controle, se recusando a atender as medidas de prevenção cobradas pela FUP, principalmente, a testagem em massa de todos os petroleiros, inclusive os assintomáticos?


Leia também:

FUP cobra investigação criminal da gestão Castello Branco por negligência durante a pandemia


 

 [FUP]

Última modificação em Terça, 12 Maio 2020 12:50

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram