No Brasil e no mundo atos denunciarão um ano da prisão injusta de Lula

Terça, 02 Abril 2019 16:23

Na semana que marca um ano da prisão política e ilegal  do ex-presidente Lula, milhares de pessoas vão às ruas em mais de 15 países denunciar as arbitrariedades cometidas pela Justiça contra o ex-presidente.  Confira a lista de atos no final do texto.

As manifestações no Brasil e no mundo estão sendo convocadas pelos organizadores da Jornada Lula Livre, que liderará uma série de atos, caravanas e comitês pela liberdade do ex-presidente entre os dias 7 e 10 de abril.

No Rio de Janeiro, o coordenador da FUP, José Maria Rangel, participa de um debte na Associação Brasileira de Imprensa (ABI), onde será feito o lançamento do Comitê Lula Livre, com a presença do embaixador Celso Amorin, do ex-senador Roberto Requião e do deputado federal Paulo Pimenta (PT/RS). 

Lula é mantido preso político na sede da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba, no Paraná, desde o dia 7 de abril do ano passado, depois de um processo fraudulento comandando  pelo ex-juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça do governo de extrema direita de Jair Bolsonaro (PSL).

Moro condenou Lula a 9 anos e meio de prisão por supostamente ter aceitado que a Construtora OAS fizesse uma reforma no tríplex do Guarujá que nem pertence ao ex-presidente, como ficou comprovado. A sentença foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que ampliou a pena para 12 anos e 11 meses de prisão, apesar de não haver um único indício de atos ilícitos.

A condenação sem provas do ex-presidente, criticada pelos juristas do mundo inteiro, será analisada ainda este semestre pelo Comitê de Direitos Humanos da ONU.

Perseguido no Brasil, Lula é reconhecido em todo o mundo pelas políticas de geração de emprego e renda e combate a fome. E pela sua luta contra as desigualdades sociais, foi indicado ao prêmio Nobel da Paz pelo ativista Adolfo Pérez Esquivel, ganhador do prêmio em 1980. Mais de 500 mil pessoas, entre eles, ganhadores de Prêmio Nobel, parlamentares de vários países, intelectuais e acadêmicos assinaram a indicação do ex-presidente. 

Atos internacionais

As manifestações já foram marcadas em vinte capitais da Europa, América Latina e América do Norte.

Na programação dos atos internacionais, a jornada Lula Livre passará por Madri, Munique, Paris, Berlim, Bonn, Lisboa, Coimbra, Frankfurt, Londres, Colônia, Genebra, Bolonha, Nova York, Amsterdã, Hamburgo, Barcelona, Roma, Copenhague, Melbourne, Estocolmo, Saint Louis, Montevidéu e Cidade do México.

Primeiro ato nesta quinta

Em Roma, o ato de solidariedade abre a nova etapa da Campanha Lula Livre nesta quinta-feira (4), às 18h, no auditório da Central Geral Italiana do Trabalho (CGIL). Uma das pautas dos manifestantes é a restauração da democracia, do Estado de Direito e do devido processo legal no Brasil. 

Atos no Brasil no dia 7

No Brasil, 17 capitais já confirmaram agenda de manifestações, assim como atividades em várias cidades brasileiras.

Nesta sexta-feira (5), o ex-prefeito e ex-candidato a presidente da República pelo PT, Fernando Haddad (PT), começa com a Caravana Lula Livre, que parte de Porto Alegre em direção a Curitiba, onde será realizado um grande ato nacional no domingo (7). Na capital paranaense, a concentração começa às 8h da manhã no Terminal Boa Vista e a marcha seguirá até a Vigília Lula Livre, nas proximidades da sede da PF, para o tradicional “Bom dia, presidente Lula, a partir das 9h.  Em seguida terá um ato político com lideranças partidárias, do movimento social e sindical. 

Em Recife, na terra do frevo e do maracatu, vai ter poesia, festival de pipas e uma feijoada, prato que o ex-presidente gosta, no Armazém do Campo para juntar a turma para discutir porque a prisão é política e injusta. E, no dia 7, às 15h na Praça do Arsenal, em Recife, ato político e cultural marca um ano da prisão política de Lula.

Várias autoridades, artistas e militantes de esquerda e autoridades estão confirmadas para participar das mobilizações em defesa da liberdade do ex-presidente Lula, em todo o país. Entre elas, o ex-primeiro ministro italiano Massimo D’Alemma.

Confira os locais e horários dos atos:

No Brasil

Alagoas – Em Maceió, tem ato na Orla Lagunar, às 14h;

Bahia – Em Salvador, tem Bandeiraço, às 9h, nos viadutos de Salvador e Passeata Lula Livre

Céará - Em Fortaleza, haverá bicicleata pelas ruas da cidade no domingo, às 15h30, na Avenida Beira Mar, e o lançamento do Comitê Lula Livre Ceará na segunda-feira (08), às 18h, local ainda a definir.

Distrito Federal - Em Brasília tem ações de rua em São Sebastião, Planaltina, Paranoá e Taguatinga

Goiás - Em Goiânia, tem programação (local definir)

Maranhão – Em São Luís, o ato de rua será no dia 10 – programação a detalhar

Mato Grosso - Em Cuiabá, o ato será também contra a reforma da Previdência de Bolsonaro e vai ser na Praça Alencastro, às 8h.

Pará - Em Belém, tem ato e caminhada no bairro Terra Firme

Paraíba - Em João Pessoa,  tem ato inter-religioso e político e cultural, no Parque da Lagoa, às15h

Paraná - Em Curitiba, a Vigília Lula Livre vai dar bom dia ao presidente, às 9h, às 11h e às 14h tem atos políticos

Pernambuco – Em Recife, tem feijoada, Festival de Pipas Gigantes e encontro de Blocos pela Democracia, no  Armazém do Campo, às 11h, e, às 5h, tem ato político Cultural, no mesmo local, Praça do Arsenal

E, em Caetés, no sitio onde Lula nasceu, tem vigília e romaria, das 6h30 ate 12h

Rio de Janeiro - no Rio,  tem Festival Democracia e Justiça, na Orla de Copacabana, às15h

Rio Grande do Norte – Em Natal, vai haver Bandeiraço Lula Livre, na Feirinha de Ponta Negra, às 9h

Rio Grande do Sul – Em Porto Alegre, o Festival Lula Livre em Porto Alegre começa às 15h, no Memorial Prestes

Santa Catarina - Em Florianópolis, tem Lançamento do Comitê Estadual Lula Livre no dia 10/4, no Fecesc

São Paulo - Na capital paulita, o ato começa às 14h na Praça do Ciclista, esquina da Rua Consolação com a Avenida Paulista

Tocantins – Em Palmas, o Acampamento da Jornada Lula Livre está programando ato.

 

No exterior (dia 7)

Comitê Lula Livre Madri

– Ato do Coletivo pelos Direitos no Brasil, às 13:30, na Plaza Tirso de Molina, Madri,

Deutsche Initiative Lula Livre

- Ato Mundial pela liberdade de Lula, das 15h às 17h, na  Marienplatz – Munique

 Deutsche Initiative Lula Livre

– Kundgebung Freiheit für Lula (Ato Lula Livre), das 16h às 18 h, no Herrmannplatz, 10967, Neukölln, Berlim

Deutsche Initiative Lula Livre

Zusammen für Lula Livre Hamburg, das 11h às 12h, na Landungsbrücke, Hamburg

Comitê parisiense de Solidariedade a Lula

– Ato pela liberdade de Lula, das 15h às 18h, na  Esplanada do Trocadéro, Paris

Jornada Mundial Lula Livre/Marielle Presente

– Dill: Deutsche Initiative Lula Livre, das 15h às 18h, no  Ecke Poststr/An der Suerst, Bonn

Núcleo PT Lisboa

– 365 dias de injustiça, às 16 h, no Largo Luiz Camões , 1200-234, Lisboa

Vozes do Mundo

– Ato por Lula Livre, das 16 h às 19 h, na Praça 8 de Maio, 8, 3000-300, Coimbra

Comitê Lula Livre UK

– FREE LULA ‘Free Lula London Tour’, às 13h30, na  Embaixada do Brasil em Londres

Lula Livre em Köln

Brasil em Debate Colônia, das 13h às 15h, no Köln Domplatte, Colônia

Rassemblement pour Lula

Comitê Lula Livre Genebra, das 15h às 17h, no Place des Nations, 1202, Genebra

Coletivo Bologna per la Democrazia in Brasile

Ato Mundial Lula Livre, às 17h, na Piazza Nettuno, 40123, Bolonha

Lula livre- The fight to free Lula and regain democracy in Brazil

Coletivos BRADO/DDB/ Mulheres da resistência no Exterior/, às 6h30, na 320W 37th ST NY

Coletivo Amsterdam pela Democracia no Brasil

Ato Mundial Lula Livre, às 14h, na Praça De Dam, Amsterdã

Komitee Freiheit für Lula

Prisão de Lula e a Lava Jato – Palestra com Jessé de Souza, das 18h às 21h, no leine Alessandrstr, 28, 10178, Berlim

Barcelona

Ato das 12h às 14h. na Cascada Del Parque De La Ciudadela, Barcelona

 Comitato Italiano Lula Livre

Atto di solidarietà per Lula, das 18h às 20 h, no Corso Italia, Roma

 Copenhague

Pela Democracia, Lula Livre e pela vida de Marielle

Das 15h às 17h, no Jens Kofods Gade 1, st th, 1268 Embaixada do Brasil

 Melbourne

Das 17h15h às 19h, ato no State Librabry of Victoria, 328 Swanston Street, Melbourne 3000

 Montevideo

Ato às 18h, na Plaza De La Bandera, Montevideo

 Estocolmo

Ato das 17h às 20h, no Kungsgatan 84, Kungsholmen Stockholm, Sverige

 

Última modificação em Quinta, 04 Abril 2019 12:45

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram