Categoria em luto pela morte de petroleiro aposentado em Campos

Segunda, 15 Junho 2020 18:33

A categoria petroleira na região está em luto pela morte, na madrugada de ontem, do petroleiro aposentado Maurício José Pessanha Costa, aos 57 anos. Ele foi vítima de infarto. O trabalhador foi sepultado também ontem, em Campos dos Goytacazes. Filiado ao Sindipetro-NF, ele era muito atuante nas atividades sindicais.

Mais conhecido pelo apelido “Maurício Beição”, o petroleiro deixa centenas de amigos na Bacia de Campos, aonde atuou até se aposentar em 2017. Um destes amigos, o ex-diretor e conselheiro fiscal do sindicato, Jorge Tadeu Alcântara, lembra da grande proximidade que mantinham.

“Ele embarcou um tempo em P-09 onde trabalhei, mas nossa amizade era bem intensa, quando ficávamos muito tempo sem nos falar havia cobrança para não acontecer de novo. Perdi um grande amigo e a dor é grande. Que Deus conforte a família”, conta Tadeu.

Ex-coordenador do Sindipetro-NF e da FUP, o petroleiro José Maria Rangel também registra o seu pesar pela perda: “Era um cara muito querido pelos petroleiros e petroleiras da Bacia de Campos, muito presente em nossas lutas, uma figura excepcional que deixa muita saudade”.

Flamenguista e remador

Além de petroleiro, Maurício era “flamenguista e brahmeiro”, como costumava brincar. Muitos amigos manifestaram nas redes sociais a sua característica alegre e bem humorada. Também foi lembrada a sua atuação como atleta no Clube de Regatas Rio Branco, entidade que integrava como conselheiro.

“É com extremo pesar que a Presidência, Diretoria, Conselhos e demais funcionários do Clube de Regatas Rio Branco vêm, publicamente, comunicar o falecimento do amigo, remador, tricampeão do Campeonato Campista de Remo e Conselheiro de nosso Clube, Mauricio José Pessanha da Costa, Beição, nesta presente data. Nos solidarizamos à família e amigos de nosso prezado Maurício e colocamo-nos à disposição neste momento de tristeza e luto em nossos corações”, disse a entidade em nota de pesar.

O Sindipetro-NF lamenta a morte do companheiro e manifesta as suas condolências aos familiares, amigos e colegas de trabalho.

[Via Sindipetro-NF]

Publicado em SINDIPETRO-NF

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram