Em ato cultural, petroleiros reúnem música e resistência

Terça, 27 Agosto 2019 17:17

Dirigentes do Sindipetro Bahia, da FUP, a categoria petroleira e representantes de movimentos sociais, da juventude e estudantil, a exemplo do MAB, Levante Popular da Juventude e União dos Estudantes, realizaram uma bonita manifestação na noite da segunda-feira (26), chamando a atenção da sociedade baiana para a importância da soberania nacional e da Petrobrás como empresa indutora do desenvolvimento do país.

Os manifestantes saíram em passeata do edifício Torre Pituba em direção ao Parque Jardim dos Namorados, onde realizaram um ato cultural, que contou com a presença do Micro Trio, de Ivan Huol e também de outros artistas como Sandra Simões, Pedro de Rosa, Ivan Bastos e Cinho Damatta. O grupo de rap Nova Era também esteve presente.

O deputado federal Nelson Pelegrino (PT-BA) fez questão de participar da caminhada, colocando seu mandato parlamentar em defesa da Petrobrás como empresa pública.

O diretor do Sindipetro Bahia, Attila Barbosa, que estava à frente da organização do evento, explicou que o ato foi proposto para dar mais visibilidade à luta da categoria petroleira e mostrar à sociedade a importância da Petrobrás, que tem plena condição de gerar mais empregos, impostos e investir em pesquisa, educação, saúde e arte. Além de garantir a soberania do país.

“Através da arte estamos abrindo canais com a sociedade para falar de assuntos que interessam a toda a população”, é essa a nossa proposta, ponderou Attila.
A diretoria do Sindipetro Bahia agradece os trabalhadores da base que participaram do ato, que foi o primeiro de outros que virão.

[Sindipetro Bahia]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram