26 de agosto é dia de folga no campo e de luta por emprego e direitos

Quarta, 14 Agosto 2019 12:21

No dia 26 de agosto, segunda-feira, o Sindipetro Bahia vai realizar um grande ato cívico/cultural em defesa da Petrobrás e da soberania nacional.
O ato terá concentração, às 14h, em frente ao edifício Torre Pituba. No final da tarde caminharemos em direção ao Parque Jardim dos Namorados, onde às 18h, acontecerá um ato cultural com a apresentação de diversas atrações musicais.
A data da manifestação foi escolhida por ser o dia de folga dos trabalhadores do campo, dando, assim, oportunidade para que todos participem.
A atividade não é só mais uma entre tantas outras organizadas pelo Sindipetro, essa tem importância única e objetivo especial, que é o de mostrar para a direção da Petrobrás e o governo federal que os petroleiros não ficarão de braços cruzados diante das ameaças da empresa.
A ideia do sindicato é também dar visibilidade à luta dos petroleiros para que a sociedade saiba o que está acontecendo na Petrobrás e os riscos que a população, o Estado e municípios correm com a saída da Petrobrás da Bahia.
É importante também dizer que em toda a sua história, a categoria petroleira nunca correu tantos riscos de perder seus empregos e direitos. Por isso a importância de participar desse ato.
Se você mora no interior também pode participar do ato, pois o Sindipetro vai disponibilizar transporte para quem mora nas cidades de Candeias, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Camaçari e Catu.
Convide seus familiares e amigos para participar da manifestação. Vamos engrossar esse coro em defesa da Petrobrás e da soberania nacional.

Ato em defesa da soberania nacional e da Petrobrás
Dia 26 de agosto (segunda-feira)

• 14h – Concentração em frente ao edifício Torre Pituba
• 16h – Caminhada em direção à Pituba
• 18h – Ato cívico/cultural no Parque do Jardim dos Namorados

A Petrobrás é do Brasil e do povo baiano

Via Sindipetro Bahia

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram