Petroleiros denunciam gerentes que pressionam a categoria para identificar grevistas

Quarta, 06 Junho 2018 16:25
Avalie este item
(0 votos)

O Sindipetro-NF recebeu denúncias da categoria petroleira de que há gerentes em plataformas da Bacia de Campos pressionando os trabalhadores para saber quais deles fizeram a Greve de Advertência, na semana passada.

A entidade alerta que esta prática é caracterizada como assédio moral e atitude antissindical, passível de denúncia aos órgãos fiscalizadores e ação judicial.

Durante o período de greve, o contrato de trabalho fica suspenso e todas as informações e negociações sobre o movimento devem ser feitas diretamente entre o sindicato e a empresa, nunca entre gerentes e trabalhadores.

Em um dos casos relatados ao NF, o gerente que fez o assédio verbalmente junto aos trabalhadores se negou a fazê-lo institucionalmente, por e-mail, em uma demonstração de que tem ciência de que está fazendo algo errado.

O sindicato mantém canal aberto para denúncias dos trabalhadores e das trabalhadoras, em Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., sobre este e outros temas do cotidiano da categoria.

[Via Sindipetro-NF]

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram