NF indica suspensão da greve de 72h e repudia autoritarismo da AGU, Petrobras e TST

Quinta, 31 Maio 2018 10:23

Após parecer do jurídico, que indica uma clara criminalização do movimento sindical através do lawfare trabalhista e em posse do quadro nacional, que aponta assembleias em diversas bases do país para avaliar o movimento, a diretoria do SindipetroNF indica, para suas bases, assembleias para avaliar a antecipação do fim da greve por tempo determinado.

As assembleias acontecerão nas plataformas do momento desse aviso até às 17h, com retorno de ata até as 18h, quando o sindicato comunicará a empresa. Nas sedes de Campos e Macaé, às 18h, haverá assembleia presencial para aqueles companheiros e companheiras que aderiram ao movimento mediante desembarque e se encontram em terra. Por fim, Cabiúnas terá assembleia às 15h para deliberar o indicativo.

Os ótimos resultados que obtivemos, como a queda da Shell no CA e as assinaturas na CPI do Parente, somado ao objetivo da greve de advertência, justificam o indicativo da diretoria em antecipar o fim da greve de amanhã para hoje.

Assim que o SindipetroNF receber o resultado das atas, comunicará a empresa a decisão da categoria.

Orientações

A greve continua no formato anterior, não trabalho, até a decisão final das assembleias as 19h. Diante do novo quadro, para as plataformas, o desembarque já não é mais necessário.

As turmas previstas para embarcar nas plataformas no movimento, irão realizar o embarque e participar das assembleias a bordo.

CongreNF

O SindipetroNF relembra a categoria que a participação para o congresso desse ano ainda está aberta, portanto, aquelas plataformas que ainda não elegeram delegados para o Congresso dos Petroleiros do Norte Fluminense poderá utilizar a assembleia para designar dois delegados para representar a unidade no Congresso.

Construção da greve por tempo indeterminado

A greve de advertência serviu para mobilizar a sociedade em torno da pauta petroleira, mas, também, serviu para um grande termômetro sobre a luta que se aventa. A Petrobras e o Governo golpista, entre outros ataques, já apontaram para o fim da AMS e para a privatização da nossa empresa, a começar pelas refinarias.

O Congresso será uma ótima oportunidade para avaliar o movimento e encaminhar ações de resistência que serão totalmente necessárias no futuro.

Indicativo

Suspensão da greve de 72h e repudio o autoritarismo da AGU, PETROBRÁS e TST

[Via Sindipetro-NF]

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram