Trabalhadores da Labovet, na Bahia, estão de braços cruzados desde segunda-feira

Terça, 13 Agosto 2013 13:35

Sindiquímica

Na Bahia, cerca de 400 funcionários da empresa Labovet, localizada em Feira de Santana, a 116 quilômetros de Salvador, estão em greve desde segunda-feira (12). A paralisação por tempo indeterminado tem como objetivo pressionar a direção da empresa a apresentar avanços nos itens da pauta de reivindicações encaminhada pelo Sindiquímica no mês de maio.

O Sindiquímica culpa a empresa pela demora em negociar a pauta. Com data base em 1º de maio, o sindicato encaminhou a Labovet – que prcoessa produtos veterinários - um documento com todos os itens aprovados pelos trabalhadores nas assembleias. Mas, a Labovet tem dado sinais de protelar a negociação com o sindicato, apresentando propostas de redução dos direitos dos trabalhadores, como a criação do banco de horas.

Além disso, a Labovet não compareceu à audiência de conciliação marcada para acontecer ontem (12) na Superintendência Regional do Trabalho (SRTE), em Feira de Santana. Essa falta de interesse da empresa frustrou os trabalhadores, que decidiram pela continuidade da greve.

No intuito de fechar a negociação, os trabalhadores aprovaram uma proposta de reajuste salarial de 9,5%, cesta básica de R$ 80,00ampliação da licença maternidade, dentre outras demandas.

Mais informações, com os diretores do Sindiquímica: Carlos Itaparica, telefone 71 8884-0484; Luciola Conceição, 71 8873-2804; e Mauricio Jansen, 71 8878-7469.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram