Petroleiros iniciam hoje eleição da nova diretoria

Terça, 10 Abril 2012 15:06
Até o dia 13 de abril, trabalhadores petroleiros ativos, pertencentes a empresas públicas e privadas, aposentados e pensionistas, estarão elegendo a nova diretoria do SINDIPETRO-RN. Duas chapas disputam o voto de 2.684 sindicalizados, sendo que o grupo eleito ficará responsável pela condução política e administrativa da entidade, no triênio 2012-2015.
Para organizar o processo e garantir a lisura do pleito foi formada uma Comissão Eleitoral composta por cinco membros. Três atuam em Natal e dois em Mossoró. Ao todo, entre fixas e itinerantes, o pleito contará com 16 urnas de votação. Cada urna constitui uma secção eleitoral, sendo dirigida por um presidente e dois mesários.

destaque

Para organizar o processo e garantir a lisura do pleito foi formada uma Comissão Eleitoral composta por cinco membros. Três atuam em Natal e dois em Mossoró. Ao todo, entre fixas e itinerantes, o pleito contará com 16 urnas de votação. Cada urna constitui uma secção eleitoral, sendo dirigida por um presidente e dois mesários.



Os presidentes das urnas de numeração ímpar foram indicados pela chapa 1, enquanto que a chapa 2 indicou os de numeração par. Com relação aos mesários, a ordem foi invertida.
A votação é aberta pela manhã, coincidindo com o horário do expediente de cada localidade, e deverá se estender por todo o dia. À tarde, após o encerramento dos trabalhos, presidentes e mesários elaboram uma Ata com o registro do andamento da votação e, em seguida, lacram as urnas. O local de guarda da urna é decidido pelos presidentes e mesários, que ficam responsáveis por reinstalar a secção no dia seguinte.
 



A diretoria do Sindicato conclama a todos as trabalhadoras e trabalhadores sindicalizados a participar do pleito. Clique no quadro abaixo e veja como encontrar as urnas e o local de votação:

 
 
 
Publicado em SINDIPETRO-RN

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.