Sindipetro-RN cobra da Petrobrás condições dignas de trabalho

Quinta, 05 Abril 2012 09:47

Nos últimos dias, diretores do SINDIPETRO-RN reuniram-se, em duas oportunidades, com dirigentes locais da Petrobrás, para tratar de assuntos de interesse dos trabalhadores. No primeiro encontro, foram abordados temas relativos à mudança nos critérios de cálculo para pagamento de diárias. Já, no segundo, foram discutidas questões relacionadas ao ambiente e às condições de trabalho existentes nas plataformas marítimas.

Direitos – A diária paga aos trabalhadores em razão de viagens para desempenho de atividades profissionais de interesse da Empresa é o mais novo alvo da política de redução de custos da Petrobrás. A mudança de procedimento, com a diminuição dos valores, atende recomendação oficial, orientada em um Documento Interno (DIP). Isto, foi o que explicou a gerente de RH da UO-RNCE, Carmem Lúcia, quando questionada por dirigentes sindicais, em reunião realizada no último dia 2 de abril.

O DIP foi expedido em 12 de março, pelo RH Corporativo, e atesta a intenção da Empresa de reduzir custos a qualquer custo, sonegando, inclusive, direitos trabalhistas. A justificativa oficial é a de que, como a empresa já paga um Auxílio Almoço aos trabalhadores, não haveria necessidade de contemplar essa despesa no valor das diárias.

O Sindicato, por sua vez, entende que a Petrobrás está criando um passivo trabalhista. O pagamento de diárias tem em vista cobrir despesas não habituais, realizadas para atender desígnios do empregador. Os valores pagos, portanto, não deveriam ser computados como salário ou remuneração. Para questionar judicialmente a Empresa, considerando que a medida tem abrangência nacional, a diretoria do SINDIPETRO-RN acionou a FUP, que também já cobrou explicações à Petrobrás.

Ambiência – Já, no dia 4 de abril, a direção do Sindicato esteve reunida com gerências do Ativo Mar. Na oportunidade, foi feita uma explanação sobre o andamento dos trabalhos de manutenção e adequação das instalações às determinações do anexo II da NR-30. Os representantes da Empresa também apresentaram um relato das providências que estão sendo tomadas para atender às reivindicações apresentadas pelo SINDIPETRO-RN, logo após o trágico acidente em que veio a falecer o companheiro Aldo Dias.

Após as explanações e respostas aos esclarecimentos solicitados, ficou acertado que uma representação do Sindicato irá embarcar com destino às plataformas, nesta quinta-feira, 5, com o objetivo de inspecionar o trabalho realizado pelas gerências e avaliar as providências que estão sendo tomadas com relação ao guindaste da PUB-III. Haverá reunião com os trabalhadores e trabalhadoras na PUB-II e PUB-III.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram