Falta de investimento causa acidente na Transpetro

Quarta, 11 Março 2015 18:18

 

No dia 6 de março, ocorreu um acidente gravíssimo com um trabalhador contratado, da empresa VGK, que presta serviço a Transpetro no Terminal da Ilha Grande, em Angra dos Reis. Segundo relato dos trabalhadores o acidente foi causado pela falta de treinamento e a arrogância de um engenheiro próprio, novato, que queira realizar um serviço sem seguir os padrões de segurança. O engenheiro acabou também se acidentando.

O acidente ocorreu numa Estação de Tratamento de Efluentes que ainda esta em pré-operação por não ter licença do INEA. A bomba de ácido sulfúrico apresentava baixo rendimento e o engenheiro bolsa, solicitou que o mecânico fosse consertar sem solicitar PT- Permissão de Trabalho ou sequer solicitar uma APR – Análise Preliminar de Risco, o engenheiro sequer comunicou à operação que iria adentrar na área.

O empregado da VGK está internado em estado grave no Hospital Barra D´Or, em coma induzida. O engenheiro teve apenas um ferimento leve e já retornou ao trabalho.

A Transpetro informou que foi emitida CAT com afastamento para o contratado e CAT sem afastamento para o engenheiro. Informou ainda que abriu uma Comissão de Investigação e o Sindipetro Rio foi convidado.

A empresa não soube informar se foi aberto Boletim de Ocorrência na delegacia da lesão corporal causada pela Transpetro ao trabalhador contratado.

Este acidente é mais um de muitos que estão ocorrendo na indústria do petróleo no Brasil. Quando as empresas decidem economizar, cortam treinamentos e programas de segurança.

Acorda Claudio Campos! Senão mais acidentes ocorrerão na Transpetro.

Fonte: Sindipetro Duque de Caxias

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram