Reduc não cumpre recomendação de GT do incêndio na U-1250

Quarta, 07 Novembro 2012 11:51

 

Sindipetro Caxias

Passados mais de dois anos do incêndio na bomba P-5008-A, da unidade U-1250, ocorrido em agosto de 2010, a Reduc ainda não cumpriu a recomendação de substituir o equipamento, conforme definido em Grupo de Trabalho constituído pela própria empresa para analisar o acidente. O Sindipetro Caxias cobrou o cumprimento dessa recomendação em reunião com o Gerente Geral da Reduc ocorrida no dia 30 de outubro, mas recebeu como resposta que seria instalado apenas um instrumento para parar a bomba em caso de vibração alta. Embora já exista projeto para substituir as P-5008-A/B por um sistema mais seguro, a gerência da Reduc anunciou que não implementará o projeto na Parada de Manutenção prevista para ocorrer em maio de 2013.

Essa bomba foi superdimensionada e realiza dois serviços, o que faz com que a válvula de descarga fique, por longos períodos, muito restringida, provocando forte vibração no equipamento, com a consequente fadiga do material e o rompimento dos mancais e do selo mecânico, acarretando em incêndio. A solução definitiva para o problema será a utilização de novas bombas projetadas adequadamente para aquele sistema.

O Sindipetro Caxias não irá permitir que a segurança dos empregados próprios e contratados esteja em risco para garantir a redução de custos no refino. Não se pode admitir a produção e o lucro a qualquer custo, quando o que está em jogo é a vida dos trabalhadores.

O incêndio. Por volta das 07 horas da manhã do dia 16 de agosto de 2010, a bomba P-5008-A, da Unidade de Fracionamento e Craqueamento Catalítico (U-1250), pegou fogo. Com alto potencial de gravidade, o incêndio foi controlado e apagado pela brigada da refinaria em cerca de 30 minutos. Por sorte, não houve vítimas, mas o prejuízo com os 10 dias de paralisação para reparo da unidade foi avaliado em mais de R$ 500 milhões.

O Sindipetro Caxias participou do Grupo de Trabalho que analisou as causas da ocorrência e recomendou a substituição da bomba por outro sistema a fim de garantir a segurança dos trabalhadores e instalações. No ano de 2007, ocorreu um incêndio semelhante nesse mesmo equipamento da U-1250.

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram