Petroleiros realizam trancaço no prédio Cajueiros da UO-Rio em Macaé

Quinta, 17 Outubro 2013 08:37
Avalie este item
(0 votos)

Sindipetro-NF

Desde às 6h da manha de hoje, 17, a Diretoria do Sindipetro-NF, mais membros da categoria petroleira e MST estão fazendo um trancaço no Prédio Cajueiros, que abriga a UO-Rio em Macaé. Pelo menos 39 plataformas estão com a operação sob a responsabilidade das equipes de contingência da Petrobrás, tendo sido entregues pelos trabalhadores em greve.

Quinze unidades foram entregues com a produção de petróleo parada, e outras 24 foram entregues produzindo.

Nesse momento diretores falam com trabalhadores que estão do lado de fora do prédio. Essa é mais uma atividade surpresa da greve, iniciada com sucesso à zero hora de hoje nas plataformas.às duas horas da manhã 39 plataformas estavam com a operação sob a responsabilidade das equipes de contingência da Petrobrás, tendo sido entregues pelos trabalhadores em greve.

Quinze unidades foram entregues com a produção de petróleo parada, e outras 24 foram entregues produzindo.

O Sindicato escolheu o prédio da UO-Rio para realizar a mobilização em represália ao autoritarismo com que vem tratando a categoria. Perseguindo trabalhadores nos horários das refeições, impedindo o retorno dos dirigentes sindicais a base, assediando moralmente os seguranças que participam dos movimentos, entre outros fatos considerados graves para a diretoria.

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram