Sindipetro-NF promove Seminário da Diversidade para debater temas LGBTQIA+

Nesta quinta-feira (30/06), a partir das 18:00 horas, o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense promove Seminário da Diversidade

[Da Comunicação do Sindipetro-NF]

Em iniciativa pioneira entre sindicatos petroleiros, o Sindipetro-NF promove, nesta quinta, 30, a partir das 18h, no Teatro da sede de Macaé, o 1º Seminário da Diversidade “Nas cores da nossa luta”. O acesso é público e gratuito, mas é necessário fazer inscrição por meio deste formulário.

Entre as atrações confirmadas para palestras estão Dani Balbi, mulher trans, pré-candidata a deputada estadual pelo PCdoB; Diana Figueiredo, que é petroleira offshore da Petrobrás; e Lunagaltiery, que é drag queen. Haverá ainda atrações culturais com As Mulatas, DJ Lewá e grupo All Dance.

WhatsApp Image 2022-06-28 at 4.15.29 PM WhatsApp Image 2022-06-28 at 4.14.38 PM WhatsApp Image 2022-06-28 at 4.13.26 PM WhatsApp Image 2022-06-28 at 4.14.12 PM WhatsApp Image 2022-06-28 at 4.16.15 PM (1) WhatsApp Image 2022-06-28 at 4.16.15 PM
<
>
Diana Figueiredo

De acordo com a coordenadora de Cultura do Sindipetro-NF, Bárbara Bezerra, o seminário “é muito importante para diminuir a invisibilidade das pessoas que se identificam com a sigla LGBTQI+. É importante para somar na luta e muito importante também para falar da pouca ou ausência de empregabilidade formal das pessoas que se identificam com essa sigla e, também, das dificuldades que elas têm com o mercado.”

Ela lembra que, na indústria do petróleo e gás, especialmente na parte offshore, “é muito difícil pessoas trans trabalharem, embarcarem, e ficam dúvidas muito cruéis quanto a infraestrutura, como se ela tem que usar um outro banheiro, se tem que dar um outro camarote”.

O evento, ainda de acordo com a sindicalista, vai procurar desmistificar estas questões, defendendo que os sindicatos de trabalhadores se envolvam cada vez mais com estes temas.

“A gente precisa conversar, desmistificar, e o sindicato precisa se colocar como uma instituição de lutas políticas e de todas as bandeiras que sejam inclusivas e pela empregabilidade. E também lembrar que estamos dentro de um contexto social e temos que fazer parte de toda luta humanitária e justa. Esta é apenas uma das bandeiras que a gente precisa levantar”, afirma.

Também diretora do sindicato, que atua no Departamento do Setor Privado, Jancileide Morgado reforça a importância do evento. “Falar das nossas cores de luta é muito importante. Queremos mais respeito, mais igualdade, mais amor e mais inclusão. O SindipetroNF tem um papel importante na sociedade e neste mundo petróleo e gás, onde nossa principal bandeira é direitos para [email protected], não importa Sexo, Raça e Religião”, defende.

Jancileide aponta ainda que “nossa sociedade é altamente diversificada. São várias etnias, pessoas com deficiência, grupos LGBTQ, homens e mulheres. Assim, não é possível fechar os olhos para essas variedades. É preciso aceitar os profissionais como eles são e favorecer o aprendizado com as diferenças”.

Ela avalia que a diversidade no ambiente de trabalho significa o desenvolvimento, por parte da organização, de uma postura madura diante da pluralidade da sociedade. “Isso significa acolher os trabalhadores nas suas diferenças e apoiar a inclusão e a tolerância com as multiplicidades culturais”, conclui.

Orientações para o evento

O Teatro do Sindipetro-NF fica na sede da entidade, em Macaé (Rua Tenente Rui Lopes Ribeiro, 257). A organização orienta chegar cedo, pois haverá credenciamento. Também serão observados os seguintes cuidados em relação à prevenção à Covid-19:

1) Apresentação, na entrada, de cartão de vacinação.
2) Durante todo o evento será obrigatório o uso de máscaras (você receberá uma máscara assim que chegar, caso não tenha).
3) Caso você esteja com sintomas típicos da Covid-19 no dia do evento, por favor, não venha. Precisamos de [email protected] com muita saúde.