Sindipetro NF continua buscando solução para caos instalado no desembarque dos trabalhadores

O Sindipetro-NF esclarece que está ciente do caos instalado no desembarque dos trabalhadores, principalmente nas plataformas do ativo de Roncador, e segue firme na cobrança por soluções emergenciais.

Na última semana, as denúncias dos trabalhadores aumentaram, chegamos a ter relato de  trabalhadores, que estão há mais de trinta dias embarcados, gerando diversos transtornos emocionais. Diante deste cenário, as providências precisam ser imediatas.

Os responsáveis pelo transporte explicaram, que atualmente, existe uma dificuldade grande de manutenção das aeronaves, já que as peças são importadas do Leste Europeu, principalmente da Rússia e Ucrânia. Por conta da guerra, existe uma grande dificuldade de obter as peças necessárias para o funcionamento seguro das aeronaves. A indisponibilidade que antes ficava em torno de 5%, hoje, chega a 35%, gerando esse transtorno para os trabalhadores.

A empresa informou ainda que abriu uma licitação na semana passada, sem sucesso, para  contratação de novas aeronaves e que uma nova licitação será aberta nesta semana, visando encontrar uma solução para o problema.

O sindicato entende o cenário atípico, mas reafirma que os trabalhadores e trabalhadoras não podem ser penalizados por isso. Providências precisam ser tomadas e imediatamente. Não aceitaremos essa situação e não descansaremos até que soluções reais sejam apresentadas.

Reforçamos que os trabalhadores podem e devem continuar encaminhando suas denúncias pelos nossos canais oficiais de comunicação e pelo e-mail [email protected]

[Da imprensa do Sindipetro NF]