NF indica representante para apuração de acidente com FPSO Rio de Janeiro

O Sindipetro-NF indicou hoje o sindicalista Vitor Carvalho, ex-diretor da entidade e diretor nacional da CUT, para representar o sindicato na comissão que vai apurar as causas do acidente no FPSO Rio de Janeiro, navio afretado pela Petrobrás e operado pela Modec, que está adernado na Bacia de Campos.

De ontem para hoje ocorreu um aumento na fissura no casco da embarcação. Mas, de acordo com a Petrobrás, o navio continua estabilizado. Todos os trabalhadores da unidade foram desembarcados.

O sindicato manterá a categoria informada sobre a situação da embarcação, assim como solicita aos trabalhadores que também enviem informações importantes sobre as condições do FPSO para [email protected]

A entidade está vigilante para que todas as medidas sejam tomadas para que não ocorra uma tragédia ambiental e que nenhum trabalhador seja atingido. Até o momento, de acordo com a própria empresa, 7,8 mil litros de óleo foram derramados no mar e operações estão sendo feitas para contenção e recolhimento do produto.

O adernamento do FPSO começou no último dia 23, quando foi identificado um rasgo no casco do navio, a cerca de um metro de profundidade. Um primeiro grupo de trabalhadores não essenciais para a estabilidade foi desembarcado imediatamente e o restante ontem. O navio, que está no campo de Espadarte, será levado para o estaleiro.

[Via Sindipetro-NF]