Há seis dias em greve, trabalhadores da PBio recebem apoio e solidariedade

 

Em greve desde o dia 20, os trabalhadores da Petrobrás Biocombustível continuam recebendo o apoio dos petroleiros e de diversas outras categorias e movimentos sociais. Nesta terça-feira, 25, a luta em defesa da subsidiária e dos empregos foi amplificada nas mobilizações de solidariedade que contaram com a participação dos trabalhadores dos terminais da Transpetro, outra empresa do Sistema Petrobrás ameaçada de privatização.

Trabalhadores do terminais de Senador Canedo (foto acima) e de Barueri (foto abaixo), bases do Sindipetro Unificado de São Paulo, participaram de setoriais nesta terça, em apoio à greve dos petroleiros da PBio.

A Plataforma Operária e Camponesa de Água e Energia (POCAE) também publicou nota de solidariedade aos trabalhadores da PBio, convocando “todas as organizações da classe trabalhadora brasileira a se mobilizarem contra os ataques aos direitos trabalhistas a ao entreguismo de Bolsonaro, que neste momento vende a preço de banana empresas estratégicas para o país, como as refinarias e subsidiárias da Petrobras e também a Eletrobras”. Leia a íntegra da nota abaixo.