Recap tem 100% de adesão dos turnos e administrativo

Terça, 03 Novembro 2015 16:48

Nenhum trabalhador do setor administrativo da Recap, em Mauá, entrou na empresa na manhã de hoje (03.11). Na volta do feriado, os poucos trabalhadores que foram até a refinaria retornaram para suas casas.

A adesão à greve pelo pessoal dos turnos e do horário administrativo da Refinaria de Capuava é de 100%. Os serviços de operação e produção são mantidos, desde a madrugada de ontem, pela equipe de contingência da empresa.

A direção do Sindicato Unificado dos Petroleiros do Estado de São Paulo (Sindipetro Unificado-SP) promoveu piquetes em todas as portarias da Recap, na tentativa de convencer os trabalhadores a participarem da greve. Os terceirizados também deram sua contribuição à mobilização dos petroleiros, iniciando o expediente quatro horas mais tarde.

A mobilização de hoje contou com o apoio do Movimento dos Pequenos Agricultores (MPA), Movimentos dos Atingidos por Barragens (MAB), Levante Popular, Consulta Popular e Marcha Mundial das Mulheres Negras.

Às 17h, os dirigentes sindicais da Regional Mauá do Unificado se reúnem para avaliar os três primeiros dias da greve da categoria e discutir os próximos passos.

A greve dos petroleiros acontece em todo o país por tempo indeterminado, em defesa dos direitos trabalhistas, da Petrobrás e do Brasil.

Fonte: Sindipetro Unificado de São Paulo

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram