Adesão à greve nacional em Minas Gerais é de 90%

Segunda, 02 Novembro 2015 14:01

Em sintonia com o movimento grevista indicado pela FUP, os trabalhadores da Refinaria Gabriel Passos (Regap) e Termelétrica Aureliano Chaves (UTE-ACH) cortaram a rendição às 23h30 desse domingo, 1º de novembro. A estimativa é que 90% da categoria aderiu à greve.

Os petroleiros do Grupo 1 foram mantidos dentro da refinaria. Alguns foram liberados pela manhã. Mas muitos estão sendo mantidos por pressão gerencial, que está ameaçando os trabalhadores com promessa de represálias. A Assessoria Jurídica do sindicato já foi comunicada, e está tomando as devidas providências para retirar os trabalhadores que seguem em jornada exaustiva de trabalho.

A porcentagem significativa da adesão demonstra o comprometimento dos petroleiros e petroleiras diante à luta, que requerer a participação de todos nessa hora. O Plano de Gestão e Negócios, que vem causando prejuízos, põe em risco o patrimônio da Petrobrás e os nossos direitos. Além disso, recebemos uma proposta rebaixada para o nosso ACT 2015/2017, onde fica evidente, o desinteresse da empresa em atender as nossas reivindicações e garantir o que já conquistamos. Portanto, o Sindipetro/MG convocação a categoria a unir forças, porque a nossa luta só está começando!

 

Fonte: Sindipetro MG

Mídia

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram