Para Pedro: trabalhadores relatam acidente com alto potencial de risco em PVM-2

Sexta, 30 Setembro 2016 18:18

Chegou sexta,30, ao Sindipetro-NF uma denúncia de que na quinta, 29, uma lixadeira em PVM-2 quase causou um grave dano ao trabalhador. Quando o equipamento foi acoplado à rede elétrica, estava na posição liga e saiu quicando até atingir a perna de um petroleiro. Por sorte foi só um corte que precisou ser suturado.

Na avaliação do sindicato esse tipo de acidente tem alto potencial de risco e é preciso que os cipistas solicitem uma reunião de Cipa extraordinária para avaliar a situação.

O sindicato que acompanha o caso de perto, também cobrou uma posição ao SMS da empresa que informou ter aberto um RTA - Relatório de Acompanhamento de Anomalia e estar avaliando a abrangência do caso.

O trabalhador foi desembarcado, mas na hora de fazer a limpeza e higienização do ferimento, os enfermeiros tiveram dificuldade já que não havia água quente à bordo. Segundo denúncia da categoria a plataforma está há 20 dias sem água quente, o que proporciona um grande desconforto para quem passa parte de seus dias a bordo.

O NF também está cobrando da gestão uma posição sistema de água quente da unidade que precisa estar funcionando perfeitamente.

Operação Para Pedro

Em todo país, inclusive na Bacia de Campos a operação Para Pedro segue firme. A diretoria do Sindipetro-NF indica à unidades que ainda não fizeram assembleias que avaliem a adesão ao movimento. 

Fonte: Sindipetro-NF

Última modificação em Segunda, 16 Janeiro 2017 18:43

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram