Pelegos assumem operações do Tecab acompanhados por seguranças armados

Sábado, 19 Novembro 2011 22:00
Seguranças patrimoniais armados acompanharam nesta tarde, em Cabiúnas, a tomada de comando das operações do terminal por integrantes das equipes de contingência...

 Sindipetro-NF

Seguranças patrimoniais armados acompanharam nesta tarde, em Cabiúnas, a tomada de comando das operações do terminal por integrantes das equipes de contingência formadas pela empresa.

Os trabalhadores do turno que se encerraria às 16h foram retirados dos seus postos de trabalho antes do fim da jornada de trabalho, e encaminhados para um ônibus, para deixar a base, de forma humilhante.

E os trabalhadores que ingressariam no turno que se inicia às 16h não tiveram o transporte para levá-los ao terminal.

Neste momento, o terminal já está sendo operado pelos "pelegos" das equipes de contigência e o Sindipetro-NF, além de denunciar mais este truculento caso de prática antissindical, registra que responsabiliza a empresa por qualquer acidente que porventura ocorra, em razão do despreparo dos "fura greve" da empresa.

"A empresa afirmou nos seus documentos que respeita o direito constitucional de greve dos trabalhadores e diz estar preocupada com a segurança. No entanto, usa seguranças armados dentro de instalações com risco de vazamento de gás para impedir a greve", afirma o coordenador geral do Sindipetro-NF, José Maria Rangel.

 

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram