Petroleiros baianos suspendem greve até terça-feira

Sábado, 19 Novembro 2011 22:00
Os trabalhadores vão aguardar os resultados da nova reunião do Conselho Deliberativo da FUP

Sindipetro-BA

A assembleia dos petroleiros, iniciada às 9h e encerrada ao meio dia desse sábado (19), decidiu suspender a greve deflagrada na quarta (16).  O comando grevista na Bahia informou que agora vai aguardar a próxima reunião do Conselho Deliberativo da Federação Única dos Petroleiros (FUP), dia 22, no Rio de Janeiro.

O Sindipetro Bahia decidiu também solicitar “habeas corpus” para os trabalhadores que estão confinados nas unidades operacionais da Petrobras, Transpetro e Petrobras Biocombustível (RLAM, Temadre, Fafen, campos terrestres da UOBA em todo o Recôncavo, usina de Candeias) sob imposição da empresa, como “equipe de contigência”. 

A assessoria jurídica do sindicato vai recorrer da decisão judicial que decretou o interdito proibitório nas áreas onde o sindicato faz piquetes de convencimento. Quanto ao comportamento dos gerentes da Petrobras, que intimidam os trabalhadores e fazem ameaças à integridade dos militantes, a assembleia decidiu encaminhar à direção e ao conselho de ética a abertura de processo contra a prática antissindical e ilegal dos gerentes sindicalizados.

Saiba mais sobre a greve dos petroleiros na Bahia, clicando aqui.

 

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram