updated 9:44 PM CDT, Jun 18, 2018
Terça-Feira, 19 de Junho de 2018

Movimentos convocam para esta quarta atos em todo o país pela liberdade de Lula

As frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo convocam para esta quarta-feira (11) atos e mobilizações em todo o país para defender a liberdadedo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a democracia em risco no Brasil. A data foi escolhida por conta da expectativa de que o Supremo Tribunal Federal (STF) comece a apreciar amanhã duas ações que contestam a constitucionalidade das prisões após decisão em segunda instância. Também nesta quarta-feira, embaixadas brasileiras em diversos países devem realizar atos pela liberdade do ex-presidente.

A avaliação dos movimentos sociais que integram as duas frentes é que, "mais do que nunca", a liberdade de Lula, que é considerado preso político, está diretamente ligada à defesa da democracia no país, frente ao crescimento de medidas jurídicas de exceção e da violência política.

Além das frentes, a direção executiva da CUT Nacional, reunida nesta segunda-feira (9), ressaltou, em resolução, que a participação de toda a militância na mobilização é fundamental nesse momento tão delicado pelo qual passa a democracia brasileira e a principal liderança popular do país.

Em Curitiba, o presidente da CUT, Vagner Freitas, disse que a melhor resistência à prisão política e arbitrária de Lula é organizar os trabalhadores e as trabalhadoras do país para defender a liberdade do ex-presidente e, consequentemente, o fim dos ataques aos direitos sociais e trabalhistas.

“Nossos sindicatos têm de colocar na agenda do dia tanto a pauta tradicional de emprego, salário e trabalho, como a defesa irrestrita ao ex-presidente porque só com Lula livre impediremos que os retrocessos sociais e trabalhistas continuem atingindo todos os trabalhadores e trabalhadoras”, disse.

A Frente Juristas pela Democracia também se mobiliza e pretende reunir juristas, advogados e defensores dos direitos humanos na capital federal para uma série de audiências com os ministros do STF para que revejam o critério de prisão. Há ainda a previsão de um ato político dos juristas no Senado.

Confira a programação

Capitais

Aracaju | 16h – Praça General Valadão

Belém | 9h – Portal do Terminal da UFPA

Belo Horizonte | 17h – Praça Afonso Arinos

Brasília | 13h – Praça dos Três Poderes

Fortaleza | 16h – Praça da Bandeira

Maceió | 9h – Praça Deodoro

Natal | 16h – Midway Mall

João Pessoa | 15h – Av. Rodrigues de Aquino, 722

Recife | 14h – Vigília na sede do PT

Rio de Janeiro | 16h – Em frente à estação Carioca do metrô; 18h – Cinelândia

Salvador | 15h – Iguatemi

São Luís | 16h – Praça Joãozinho, 30

São Paulo | 16h – Vigília na Praça da Sé com caminhada até a Praça da República; 17h – Mulheres pela democracia e #LulaLivre no vão livre do Masp; 18h – Ato na Praça da República

Outros municípios

Arapiraca (AL) | 15h30 – Praça da antiga prefeitura

Cajazeiras (PB) | 15h – em frente à prefeitura

Campinas (SP) | 18h – Largo do Rosário

Santos (SP) | 12h – em frente à Justiça Federal, Praça Barão do Rio Branco, 30, centro

Ribeirão Preto (SP) | 19h – Av. Santa Luzia, 120

Internacional

10/04
ESPANHA
19h – Embaixada do Brasil em Madri
Rua Fernando El Santo, 6

11/04
ARGENTINA
18h – Embaixada do Brasil 
Cerrito com Av. Santa Fé, 1350

COLÔMBIA
12h – Rua 93 # 14-20 – Bogotá

PERU
18h – Embaixada do Brasil em Lima  
Av. José Pardo, 850 – Miraflores

12/04
ALEMANHA
18h30 – Köllnischer Park – Berlim

Mídia