updated 7:29 PM BRST, Nov 24, 2017
Sábado, 25 de Novembro de 2017

Petroleiros aprovam moção de apoio à Dilma Rousseff

Imprensa da FUP

Os delegados presentes à II Plenafup aprovaram por unanimidade, na manhã deste sábado, 05, uma moção de apoio à pré-candidata do PT à eleição presidencial, Dilma Rousseff. A moção já havia sido aprovada por consenso na noite de sexta-feira, 03, no Grupo 4, que discutiu o Setor Petróleo.

“Nós delegados da II Plenafup entendemos que não devemos dar espaço para os adversários do projeto político do governo Lula que está em dando certo e mudando para melhor as condições de vida de milhões de brasileiros e brasileiras. É necessário muito cuidado para evitar retrocessos, pois somos testemunhas vivas dos bons resultados da nossa luta e sabemos que devemos continuar fazendo muito mais”, destacam os petroleiros na moção aprovada.

Ao todo, 145 delegados se credenciaram para a II Plenafup, que conta com uma participação de 212 trabalhadores, entre observadores, assessores e convidados. Entre os delegados, apenas 6% são mulheres (nove delegadas). O índice de participação feminina na II Plenafup sobre para 13%, quando considerados os observadores, assessores e convidados.

A II Plenafup teve início na noite de quinta-feira, 03, e se encerra neste sábado, com a votação das deliberações finais. Os petroleiros discutem planos de luta, conjunturas políticas e do setor petróleo, campanhas salariais e reivindicatórias, entre outros temas que estão na ordem do dia categoria, como saúde e segurança e terceirização.

Veja o vídeo da participação de Dilma Rousseff na II Plenafup:

http://www.fup.org.br/galeria-videos?task=viewcategory&cat_id=14

Leia abaixo a íntegra da moção aprovada na II Plenafup:

Moção de apoio à eleição da candidata Dilma Rousseff

Nós delegados da II Plenafup entendemos que não devemos dar espaço para os adversários do projeto político do governo Lula que está em dando certo e mudando para melhor as condições de vida de milhões de brasileiros e brasileiras. É necessário muito cuidado para evitar retrocessos, pois somos testemunhas vivas dos bons resultados da nossa luta e sabemos que devemos continuar fazendo muito mais. Não vamos preparar campo de batalha para inimigos públicos, vamos vence-los pela inteligência, mobilização e unidade.

Nesse contexto de disputa, contra o retrocesso às políticas neoliberais de privatização, entreguismo do patrimônio público, retirada de direitos e precarização do trabalho representado por José Serra candidato do PSDB e do DEM (PFL morto) e à favor de avanços nas políticas estruturais do governo Lula que vêm promovendo a inclusão social de milhões de brasileiros e brasileiras, antes relegados à exclusão e à miséria, e colocando o Brasil como um dos principais atores das relações internacionais na disputa de hegemonia, declaramos apoio à eleição da candidata Dilma Roussef e aos parlamentares comprometidos com o projeto popular do governo Lula

Mídia

Última modificação emSegunda, 20 Fevereiro 2012 17:25