updated 7:33 PM BRST, Nov 23, 2017
Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017

Conselho Deliberativo da FUP só se posicionará sobre proposta da Petrobrás, após receber minutas do Termo Aditivo

Diante da mentira divulgada pela Petrobrás em seu informe aos trabalhadores, afirmando que o reajuste de 8,57% está condicionado à implementação da sua proposta de redução da jornada com redução de salário, o Conselho Deliberativo da FUP foi suspenso e só se posicionará sobre o indicativo que será divulgado à categoria, após receber da empresa as minutas dos Termos do atual ACT e da Araucária Nitrogenados.

O posicionamento da FUP desde que a Petrobrás propôs alterar a jornada foi de que houvesse um amplo debate sobre isso na Comissão de Regime de Trabalho, de forma a preservar e a garantir os direitos dos trabalhadores.

Em momento algum da negociação, foi discutido com as direções sindicais qualquer tipo de condicionante em relação à essa questão ou à proposta de reajuste salarial. O que foi apresentado pelos representantes da Petrobrás na reunião desta quarta é o que está na carta de encaminhamento da proposta.

Em vídeo divulgado à categoria, o coordenador José Maria Rangel rebate as mentiras da empresa:

http://www.fup.org.br/galerias/videos/item/20533-conselho-deliberativo-da-fup-so-se-posicionara-sobre-proposta-da-petrobras-apos-receber-minutas-do-termo-aditivo

Mídia

Última modificação emQuarta, 18 Janeiro 2017 20:45