Atenção
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 69

updated 7:29 PM BRST, Nov 24, 2017
Sábado, 25 de Novembro de 2017

Se a Petrobrás não avançar, é greve por tempo indeterminado!

FUP

 

A Petrobrás tem até quarta-feira (03/10) para apresentar uma nova proposta que contemple as principais reivindicações dos petroleiros. O prazo foi estabelecido nesta sexta-feira (28) pelo Conselho Deliberativo da FUP, que indicou greve por tempo indeterminado a partir do dia 11, se não houver avanços na negociação com a empresa. A orientação é que os sindicatos realizem as assembleias de 05 a 10 de outubro para os trabalhadores se posicionarem sobre o indicativo.

Nova rodada de negociação na quarta

Na manhã desta sexta-feira, 28, a FUP comunicou à Petrobrás a rejeição da atual proposta e deu prazo até o dia 03 para que a empresa apresente uma nova contraproposta. A Petrobrás respondeu, agendando uma nova rodada de negociação para o dia 03. Veja aqui o documento da empresa.

No dia seguinte (04) a FUP e seus sindicatos voltam a se reunir em um novo Conselho Deliberativo para avaliar o resultado da reunião e discutir a organização da greve por tempo indeterminado.

A luta é o caminho

A greve nacional de 24 horas indicada pela FUP reafirmou no último dia 26 a disposição dos petroleiros de buscar na luta um acordo salarial que esteja a altura da importância que o trabalho da categoria representa para o país. Na Semana Nacional de Mobilizações (entre os dias 11 e 14/09), os trabalhadores já haviam sinalizado que não medirão esforços para alcançar suas principais reivindicações.

Como outras categorias já demonstraram, a luta é o caminho para avançar nas conquistas, principalmente, no que diz respeito à valorização salarial. Portanto, se a Petrobrás não apresentar uma proposta que contemple, é greve por tempo indeterminado a partir do dia 11.

Calendário de lutas

03/10 – prazo para a Petrobrás apresentar nova proposta e ato nacional contra os leilões de petróleo

04/10 - Conselho Deliberativo da FUP

05 a 10/10 – assembleias para avaliação do indicativo de greve por tempo indeterminado a partir do dia 11

05/10 – manifestação em São Paulo em defesa da Fundacentro

11/10 - greve por tempo indeterminado

 

Ato nacional dia 03 contra os leilões de petróleo e por avanços na campanha salarial

O dia 03 de outubro marca os 59 anos de existência da Petrobrás, fruto da luta do povo brasileiro, que, através da campanha "O petróleo é nosso", foi às ruas defender o monopólio estatal do petróleo. Nesse dia, caravanas com petroleiros de vários estados do país se concentrarão em frente à sede da empresa reafirmando a luta contra a retomada dos leilões de petróleo e por um acordo salarial com ganhos reais que de fato contemplem a categoria.

O ato nacional foi convocado pela FUP e seus sindicatos e integra também o calendário de lutas da campanha salarial dos petroleiros. Além do Rio de Janeiro, haverá atos nas bases, cujos sindicatos não puderem enviar caravanas para o Rio.

Assim como tantas outras manifestações públicas que a FUP organizou pelo país afora, o ato nacional do dia 03 mostrará para o governo que os petroleiros continuam organizados na luta contra a entrega dos nossos recursos.  O governo anunciou que duas novas rodadas de licitação estão previstas para o ano que vem. Já em maio, deverá ser realizada a 11ª Rodada, com a oferta de 174 blocos de petróleo e gás, metade em terra e metade no mar.

Mais do que nunca, precisamos fazer andar no Senado o Projeto de Lei dos movimentos sociais (PLS 531/2009), que defende o restabelecimento do monopólio estatal através de uma Petrobrás 100% pública. A FUP, portanto, convoca os trabalhadores a retomarem a luta em defesa da soberania nacional.

Mídia

Última modificação emSegunda, 01 Outubro 2012 09:11