A Federação Única dos Petroleiros está contribuindo e construindo em parceria as Cozinhas Solidárias do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST).

Nesta quarta-feira (09/06), representantes da FUP visitaram a unidade Vila Santa Luzia, no bairro da Torre, Zona Oeste do Recife. Em maio desse ano, o MTST ocupou um ímovel pertencente à prefeitura que estava abandonado e iniciou a construção da 9ª Cozinha Solidária do Brasil. O movimento pretende construir cozinhas nos 26 estados do país onde tem atuação.

Segundo Vitória Genuíno do MTST, “esse é um projeto nacional, onde o MTST vai abrir cozinhas por todo o país. Essa parceria com os companheiros e companheiras da FUP vem de outras lutas e agora se concretiza ainda mais com as cozinhas. Sem essa parceria com a FUP as cozinhas não poderiam funcionar”.

 A cozinha de Santa Luzia vai atender cerca de 200 famílias com uma refeição diária gratuita, de segunda a sábado. Além disso, o projeto visa também a construção de hortas urbanas. Em entrevista ao Brasil de Fato quando a cozinha foi inaugurada, a coordenadora estadual do MTST Pernambuco, Juliana de Carvalho, explicou os motivos que sustenam esse projeto: “As cozinhas tendem a ser o coração das ocupações. Nesse contexto de volta ao mapa da fome e fragilidade das estruturas que sustentam a vida das pessoas, as cozinhas solidárias vêm como um caminho para demarcar o que é possível de ser feito para oferecer o mínimo de segurança alimentar às pessoas. A luta vai além da moradia. É por reforma urbana e por ações que criem condições de vida digna nas cidades”.


Deyvid Bacelar, coordenador geral da FUP, destacou a importância desta parceria: “Estamos lutando junto ao MTST e demais movimentos para defender a vida do nosso povo neste momento de pandemia, povo que sofre não só com a falta de vacina, mas de direitos básicos para vida digna, como a moradia. Por isso estamos juntos na construção das Cozinhas Solidárias, e sempre estaremos”.

Ao mesmo tempo, Bacelar destacou a importância da luta em defesa da Petrobrás: “Esse desmonte que o governo Bolsonaro está fazendo da Petrobrás, essas tentativas de privatização, são um ataque ao povo brasileiro, que sofre com o preço do gás e o preço dos alimentos. Num momento de crise como o que a gente vive, é quando vemos com maior clareza os impactos dessa política antinacional que precisamos derrotar”. O coordenador destacou ainda que a FUP continuará apoiando as iniciativas do MTST em outros estados do Brasil.

WhatsApp-Image-2021-06-09-at-114124-2ssa
WhatsApp-Image-2021-06-09-at-13504
WhatsApp-Image-2021-06-09-at-1141242

Publicado em Sistema Petrobrás

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.