A UNE tem convocado os estudantes de todo o Brasil a irem às ruas neste feriado de 7 de Setembro, dia da independência,  protestar em defesa da Amazônia e da Educação. Já estão confirmados atos em todas as regiões do Brasil.

Confira a convocatória da entidade:

Em meio a mais uma crise no setor o Ministério da Educação (MEC) divulgou esta semana que, em 2020, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes) só terá metade do Orçamento de 2019. Na proposta de orçamento para 2020, a perda prevista para todo o MEC é de 9%. Este é o terceiro anúncio de cortes da Capes só neste ano em que o órgão vai deixar de oferecer 11 mil bolsas de pesquisa. Situação similar passa o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) que suspendeu a concessão de novas bolsas e ainda pode não conseguir pagar as atuais a partir deste mês. Os dois órgãos são os principais fomentos à pesquisa no ensino superior. “Isso pode significar um colapso mesmo da pós-graduação porque 90% da produção científica do Brasil se dá nas universidades. Por isso estamos convocando também todos para irem de preto em luto pela educação e a ciência”, destacou a presidenta da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG, Flávia Calé.

A crise na Amazônia também parece não ter fim. De acordo com dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)  a Amazônia teve mais chuvas, mais queimadas e mais alertas de desmatamento entre janeiro e agosto em 2019 do que o registrado no bioma nos mesmos períodos desde 2016. A péssima repercussão internacional gerou uma ameaça a nossa soberania sobre a região e o país também teve tratados e acordos econômicos rompidos e ameaçados.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, rebate os fatos com desinformação e ataques a quem o contesta. Na semana passada ele pediu que as pessoas vistam verde e amarelo no 7 de Setembro para mostrar que a “Amazônia é nossa”. Os estudantes inspirados na geração “Cara Pintada” da década de 90 – movimento responsável pelo Fora Collor, que  derrubou o presidente do poder – responderam convocando os jovens para que usem preto neste dia.

“Precisamos ir as ruas sim, mas defender a nossa educação e a nossa Amazônia da destruição que esse governo tem feito. Por isso dia 7 eu vou de preto”, afirmou o presidente da UNE, Iago Montalvão.

Confirme presença nos eventos:

*Região Sul*
Porto Alegre 15h – Parque Farroupilha – http://bit.ly/porto_alegre7S
Curitiba 11h – Praça Santos Andrade – http://bit.ly/Curitiba7S
Florianópolis 8h30 Catedral – http://bit.ly/Florianopolis7S

*Região Sudeste*
São Paulo 09h Praça Oswaldo Cruz – http://bit.ly/Sao_Paulo7S
Belo Horizonte 09h Viado Santa Tereza- http://bit.ly/Belo_Horizonte7S
Rio de Janeiro 09h Uruguaiana- http://bit.ly/Rio_de_Janeiro7S
Vitória 08h Praça do Porto de Santana- http://bit.ly/Vitoria7S

*Região Centro-Oeste*
Cuiabá 15h Praça Cultural CPA II- http://bit.ly/Cuiabá7S
Brasília 8h Rodoviaria do Plano Piloto- http://bit.ly/Brasilia7S
Campo Grande 8h Na Rua Candido Mariano- http://bit.ly/Campo_Grande7S
Goiânia 8h30 Catedral de Goiânia- http://bit.ly/Goiania7S

*Região Norte*
Manaus 15h Praça da Saudade- http://bit.ly/Manaus7S
Belém 8h Mercado São Brás – http://bit.ly/Belem7S
Porto Velho 15h Av. Imigrantes- http://bit.ly/Porto_Velho7S
Boa Vista 16h Avenida S4 ao lado da Escola América Sarmento – http://bit.ly/Boa_Vista7S
Macapá 15h Rua Leopoldo Machado – http://bit.ly/Macapa7S

*Região Nordeste*
Salvador 8h Praça do Campo Grande – http://bit.ly/Salvador7S
São Luís 10h Areinha – http://bit.ly/Sao_Luis7S
Recife 8h Praça do Derby – http://bit.ly/Recife7S
Fortaleza 08h Av. Dioguinho – http://bit.ly/Fortaleza7S
Natal 8h Praça Herói dos Pescadores – http://bit.ly/Natal7S
Maceió 9h Praça Sinimbu – http://bit.ly/Maceio7S
Aracaju 9h Praça Fausto Cardoso – http://bit.ly/Aracaju7S
Teresina 8h Patio Assembleia Legislativa – http://bit.ly/Teresina7S
Palmas – http://bit.ly/Palmas7S

[Via UNE]

Publicado em Movimentos Sociais

Dirigentes da FUP e seus sindicatos participaram na tarde dessa terça-feira (14) da solenidade de posse da nova direção da União Nacional dos Estudantes (UNE), que ocorreu no Anexo II da Câmara dos Deputados, em Brasília. Estudante de economia da PUC/SP, Carina Vitral é a nova presidente da entidade e estará no cargo pelos próximos dois anos.

Na solenidade, o coordenador geral da FUP, José Maria Rangel, saudou a nova direção da entidade e a participação ativa dos estudantes na defesa da soberania nacional. "Saudamos a luta dos estudantes por um País soberano e por estarem conosco nessa frente em defesa do pré-sal, da Petrobrás e da democracia". José Maria convocou todos os petroleiros, trabalhadores e estudantes e todos os movimentos sociais organizados para entrarem nessa batalha em defesa da empresa e da atual Lei de Partilha, que garante o controle dessa riqueza pelos brasileiros. 

Na manhã de hoje, Carina Vitral e dezenas de estudantes também estiveram no Ato “Em Defesa da Petrobras e Democracia”, no auditório da Câmara, ao lado dos petroleiros e de outros movimentos sociais.

Fonte: Imprensa FUP

Publicado em MOVIMENTOS SOCIAIS
Segunda, 08 Junho 2015 15:53

UNE elege nova presidenta

Terminou nesse domingo (7), em Goiânia, o 54º Congresso da União Nacional dos Estudantes, que elegeu a paulista Carina Vitral, estudante de Economia da PUC-SP, como nova presidenta da entidade.

A plenária final do encontro contou com a participação de 4.071 delegados, representando mais de 98% das universidades do país. Também consolidou a edição como uma das maiores já realizadas pela UNE. A plenária final do congresso definiu também os rumos e o posicionamento da UNE diante da atual conjuntura do país.

Natural de Santos (SP), 26 anos de idade, Carina Vitral foi presidenta da União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE-SP) nos últimos dois anos e esteve à frente da juventude na conquista do passe livre estudantil nos transportes do Estado. Defende maior empenho da UNE na regulamentação do ensino superior privado, ampliação da assistência estudantil, mudanças na política econômica do país, taxação das grandes fortunas e a reforma política democrática com o fim do financiamento privado de campanhas.

Carina foi eleita pela chapa "O movimento estudantil unificado contra o retrocesso em defesa da democracia e por mais direitos", que obteve 2.367 dos votos de um total de 4.071, o que representa 58,14%.

Também participaram da eleição a chapa "Eu acredito que você vai gritar junto", que obteve 34 votos; a chapa "Campo popular que vai botar a UNE pra lutar", que obteve 724 dos votos; a chapa "Contra os cortes. Coragem para lutar", que obteve 242 votos; e a chapa "Oposição de Esquerda", que obteve 704 votos.

Carina Vitral sucede a pernambucana Vic Barros na condução da entidade. Essa é a primeira vez que a UNE tem duas presidentas consecutivas, mostrando a atual força e a participação cada vez maior do movimento de mulheres dentro da entidade e nas universidades.

Além disso, é a primeira vez que os cargos da presidência e também da vice-presidência serão ocupados por mulheres. Ao lado de Carina estará a estudante Moara Correa Saboia, 25 anos, estudante de Engenharia Civil da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Fonte: UNE

Publicado em MOVIMENTOS SOCIAIS

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.

Instagram