Quarta-feira, 19, é Dia Nacional de Luta Contra os Acidentes na Petrobrás

Segunda, 17 Maio 2010 21:00
Em protesto contra os acidentes de trabalho no Sistema Petrobrás, a FUP convocou para quarta-feira...

Imprensa da FUP

Em protesto contra os acidentes de trabalho no Sistema Petrobrás, a FUP convocou para quarta-feira, 19, atos e atrasos em todas as unidades da empresa. Será o Dia Nacional de Luta por condições seguras de trabalho e por uma política de SMS que zele pela vida do trabalhador. Nos últimos 15 anos, ocorreram 282 mortes por acidentes de trabalho no Sistema Petrobrás, sendo que 227 com trabalhadores terceirizados. A FUP e seus sindicatos têm denunciado as situações de riscos a que são expostos os trabalhadores, em conseqüência de decisões gerenciais que priorizam o lucro e a produção, em detrimento da segurança. Os gestores da Petrobrás continuam permitindo omissões e subnotificações de acidentes, menosprezando ocorrências graves e negando-se a atender ou mesmo a discutir com mais empenho as reivindicações das Cipas, sindicatos e FUP.

No último dia 11, O técnico de operação Miraldo da Silva Leal, 48 anos, 26 de Petrobrás, morreu durante a explosão de um compressor, na Estação de Imbé, da Unidade de Operação e Produção de Araçás, no interior da Bahia.  Outros dois trabalhadores terceirizados, da empresa MTM, também ficaram feridos no acidente. Esta foi a segunda ocorrência fatal em 2010 com trabalhadores na Petrobrás, ambos na Bahia. No dia 19/03, o soldador Eli da Silva Melo, trabalhador terceirizado da Rlam, morreu depois de resistir durante uma semana às queimaduras que atingiram 70 % de seu corpo, em função de um acidente na refinaria.

 

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.