Na Bahia, trabalhadores terceirizados paralisaram atividades por 24hs

Domingo, 02 Maio 2010 21:00
Trabalhadores da empresa Oxiteno, localizada no Polo de Camaçari, paralisaram as atividades da última sexta-feira...

Sindicato dos Químicos e Petroleiros da Bahia

Trabalhadores da empresa Oxiteno, localizada no Polo de Camaçari, paralisaram as atividades da última sexta-feira, (30), por um dia para protestar contra a falta de segurança na empresa e em memória do trabalhador terceirizado Ivanilton Pereira dos Santos que faleceu na tarde da terça-feira, dia 27/04.

Ele estava internado em estado grave no Hospital São Rafael, após sofrer uma descarga elétrica enquanto realizava serviço na empresa, no dia 01/04. O corpo do trabalhador foi enterrado no dia 28/04, às 16h, no Cemitério Municipal de Dias D`Ávila, município distante cerca de 60km de Salvador.

O Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Químico/Petroleiro (BA) iniciou a mobilização por volta das 6h, com um ato na porta da fábrica. Depois os trabalhadores terceirizados voltaram para suas residências, o administrativo está sendo liberado às 11h e só vai ficar na fábrica o pessoal de turno.

A Oxiteno tem como matéria prima principal o Óxido de Eteno, utilizado na fabricação dos mais variados produtos a exemplo de tecido, shampoo e cosméticos.

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.