Pré-sal atrai interesse de empresas britânicas

Terça, 23 Junho 2009 21:00
As possibilidades de negócios envolvendo a exploração do pré-sal brasileiro despertam...

Jornal do Commercio

As possibilidades de negócios envolvendo a exploração do pré-sal brasileiro despertam o interesse das empresas britânicas. Companhias de diversos segmentos, como consultorias, escritórios de advocacia e fornecedores de tecnologia e equipamentos buscam informações sobre o País já de olho nesse mercado. "Vim mostrar nosso plano de negócios e, em contrapartida, as empresas britânicas oferecem serviços; é um namoro", afirmou o gerente de Projetos da Petrobras, Antonio Carlos Capeleiro Pinto, em Londres, após participar, ontem, de um seminário sobre o pré-sal.

Segundo ele, o orientação no Brasil é para maximizar a produção nacional. No entanto, empresas estrangeiras podem se associar a parceiros brasileiros. "Isso é vantajoso porque traz novas tecnologias ao País." O executivo citou a área de engenharia de processos, onde há equipamentos que ainda não são produzidos no Brasil, como turbinas a gás. Números mostram o desafio dos projetos do pré-sal. A Petrobras levou 45 anos para conseguir atingir uma produção diária de 1 milhão de barris. "Com o pré-sal, o objetivo é chegar a isso em apenas 12 anos", disse Pinto.

A consultoria Quest Offshore é uma das empresas interessadas em aproveitar as oportunidades. O vice-presidente da companhia, Nick Search, disse que atualmente possui uma pequena representação no Brasil. "Mas queremos expandir nossa presença", afirmou.

O chefe de Energia da agência do governo britânico UK Trade & Investment, Craig Jones, vê um amplo espaço para colaboração entre o Brasil e o Reino Unido. Para ele, as companhias britânicas possuem sofisticação para entrar nos negócios do pré-sal em parceria com os players brasileiros. "O desenvolvimento do pré-sal se dará em condições desafiadoras e o Reino Unido gosta de desafios."

Somente ontem, foram realizados dois eventos em Londres sobre investimentos no Brasil, cada um atraindo cerca de 70 pessoas. Além do seminário sobre o pré-sal, o UK Trade & Investment promoveu um evento sobre o desenvolvimento de marcas no Brasil, com orientações para empresários que pretendem se estabelecer no País. O governo britânico está organizando uma nova missão de empresários ao Brasil, que acontecerá entre 9 e 13 de novembro deste ano.

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.