Exploração do pré-sal inicia nova era da história do petróleo brasileiro, diz Lula

Domingo, 03 Maio 2009 21:00
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira (4) que o início da exploração...

Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira (4) que o início da exploração da camada pré-sal representa "uma nova era" na história do petróleo brasileiro, ao comentar sua visita à Bacia de Tupi, no Rio de Janeiro.

No programa semanal Café com o Presidente, ele lembrou que não se sabe ainda a quantidade de petróleo disponível em toda a área do pré-sal. Mas, o governo pretende fazer testes pelos próximos 15 meses e apenas depois desse período o petróleo será explorado com fins comerciais. Ele citou ainda a necessidade de regulamentação da Lei do Petróleo.

"Quando descobre petróleo na camada pré-sal, o Brasil tem chance de se transformar em um país com um potencial extraordinário e aí a gente pode resolver parte dos nosso problemas econômicos", disse, ao se referir à descoberta da camada pré-sal como "uma quase segunda independência" brasileira.

Lula ressaltou que o país vai continuar a investir em biocombustíveis mesmo com a exploração da camada pré-sal, uma vez que é preciso renovar a matriz energética. Parte dos 400 milhões de hectares disponíveis para a agricultura, segundo o presidente, pode ser usada para o plantio de mamona, dendê, pinhão manso e girassol - alternativas para uma nova matriz energética.

"Acho extremamente importante a gente ter consciência de que, quanto mais petróleo, melhor, mas isso não significa que a gente vai deixar de investir no biodiesel e no etanol, porque são duas fontes energéticas extraordinárias para despoluir o planeta e para que a gente possa gerar milhões de empregos no país."
Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.