Petrobrás desrespeita direito de greve: gerentes da Bacia de Campos cortam comunicação e desembarcam trabalhadores

Sexta, 20 Março 2009 21:00
A Petrobras cortou nas plataformas da Bacia de Campos o acesso a internet com o claro propósito de atingir a organização...

Sindipetro NF

A Petrobras cortou nas plataformas da Bacia de Campos o acesso a internet com o claro propósito de atingir a organização dos trabalhadores. Para a diretoria do sindicato o corte contraria o código de ética da empresa e o direito fundamental de comunicação que faz parte dos direitos humanos. Os dois itens do código de ética que garantem o direito fundamental de associação e o acesso à comunicação são:

  • assegurar a disponibilidade e transparência das informações que afetam os seus empregados;
  • reconhecer o direito de livre associação de seus empregados, respeitar e valorizar sua participação em sindicatos e não praticar qualquer tipo de discriminação negativa com relação a seus empregados sindicalizados;

O sindicato está buscando outros meios de comunicação e solicita a participação dos petroleiros em folga para divulgar o conteudo so site.

Gerências estão desembarcando trabalhadores para furar a greve

O sindicato recebeu denuncia de que alguns gerentes estão programando possíveis grevistas para desembarque com a desculpa de realizarem curso em terra. A atitude deve ser respondida com o documento disponibilizado na página do sindicato.

O curso deve ser marcado com antecedência e é clara a intensão de desembarcar possíveis grevistas. A categoria deve solicitar o registro de recebimento do documento e negar-se a desembarcar.

Publicado em Últimas Notícias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.