Bahia: Trabalhadores da Conterp aprovam greve a partir do dia 26

Sexta, 19 Novembro 2021 16:31

Os trabalhadores da Conterp rejeitaram a proposta da empresa para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2021/2022 e, caso não haja avanço nas negociações, aprovaram a realização de uma greve por tempo indeterminado a partir das 7h do dia 26/11.

As decisões foram tomadas em assembleia virtual que aconteceu na noite da quinta-feira (18) com grande participação dos trabalhadores.

A empresa apresentou uma proposta de 4% de reajuste salarial e ticket alimentação de R$ 430,00 retroativos a setembro somente para os trabalhadores da desparafinação. A Conterp propôs a separação dos acordos dos trabalhadores da sonda e da desparafinação. Cada segmento teria seu acordo específico, o que também foi rejeitado pela maioria absoluta dos trabalhadores. Que não abrem mão de uma proposta única para todos.

Para os trabalhadores, não há possibilidade de aceitar um reajuste muito abaixo da inflação do período, pois a perda salarial é grande. Eles estão insatisfeitos e dispostos a continuar mobilizados, deflagrando a greve na data marcada.

O Sindipetro Bahia enviou ofício à direção da Conterp comunicando o resultado da assembleia e notificando a empresa a respeito da greve. A entidade sindical também deixou claro que encontra-se aberta a novas negociações em busca de avanços para que seja possível fechar o ACT.

Clique aqui para ler o ofício enviado pelo  Sindipetro à Conterp 

Clique aqui para ler a notificação de greve enviada à empresa 

[Da imprensa do Sindipetro Bahia]

Publicado em Setor Privado

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.