Sindipetro-NF solicita auxílio do Conselho de Saúde de Campos para evitar novos surtos de Covid-19 nas plataformas

Segunda, 13 Setembro 2021 17:51

O Sindicado dos Petroleiros do Norte Fluminense – Sindipetro-NF encaminhou um ofício ao Conselho municipal de Saúde de Campos solicitando auxílio para que providências sejam tomadas em prol da saúde do petroleiros e petroleiras, evitando novos surtos de Covid-19 nas plataformas. 

Infelizmente, as empresas seguem descumprido as medidas de segurança estabelecidas pela justiça, colocando em risco não só a vida dos trabalhadores, mas também da população de Campos, tendo em vista que a cidade recebe um grande número de trabalhadores do setor. 

De acordo com o diretor Alessandro Vieira,  o sindicato já solicitou aos órgãos competentes o reforço na fiscalização, mas não obteve respostas positivas. “Infelizmente, as empresas continuam colocando em risco a vida dos trabalhadores, levando a internações, a óbitos. Nós já enviamos vários ofícios aos órgãos competentes e não tivemos respostas contundentes, por isso, estamos pedindo a intervenção do Conselho de saúde”, declarou. 

Trabalhadores embarcados x Casos de Covid-19 em Campos

De acordos com dados da ANP, é possível afirmar que Campos possui 37% da movimentação de pessoas que embarcam e desembarcam nas plataformas de todo o Brasil. Além disso, o município também tem a movimentação da operação de apoio a estas unidades, por algumas dezenas de Navios de apoio que comportam em média 40 pessoas, as  UMSs (Unidades de manutenção e Serviços), que em média comportam cerca de 350 pessoas a bordo.

Diante desses dados, é possível entender ainda que o município teve alguma relação com aproximadamente 2370 trabalhadores, que testaram positivo para Covid-19, onde destes 700 foram detectados na triagem nos hotéis do município e 1670 disseminados a bordo das unidades.

Quando comparamos este número aos 33.398 mil casos positivos do município conforme informações do site do governo federal é possível dizer que 7% do total de contaminados do município são trabalhadores offshore.

Os dados mostram a ligação direta do município com a saúde do trabalhador.

[Da imprensa do Sindipetro NF]

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.