Congresso regional do PR e SC começa nesta quarta com o desafio de pensar estratégias para barrar o desmonte do país

Quarta, 07 Julho 2021 18:09

O 8º Congresso Regional Unificado dos Petroleiros e Petroquímicos do Paraná e Santa Catarina terá início nesta quarta-feira (07). Realizado integralmente de forma virtual, por medida de segurança sanitária neste período pandêmico, a cerimônia de abertura será aberta ao público em geral, com transmissão ao vivo pelas redes sociais do Sindipetro PR e SC (Youtube Facebook), a partir das 18h. 

Os presidentes das entidades promotoras, Alexandro Guilherme Jorge (Sindipetro) e Santiago Santos (Sindiquímica), fazem a abertura do evento, que contará ainda com saudações de lideranças de sindicatos, centrais, movimentos sociais e parlamentares. “O principal desafio deste congresso é refletir coletivamente sobre formas de atuação para barrar o desmonte do país, que está com processo acelerado de venda das empresas estatais, e ampliar a unidade das forças progressistas para fazer frente à extrema direita e seu projeto de destruição de direitos sociais e trabalhistas, com favorecimento das elites, enquanto a população mais pobre sofre”, avalia Alexandro. 

Confirmaram participação na cerimônia de abertura os presidentes da CUT-PR, Márcio Kieller, e da CUT-SC, Ana Júlia Rodrigues; o coordenador da FUP, Deyvid Bacelar; o membro da coordenação do Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), Robson Formica; o membro da coordenação nacional do MST, Roberto Baggio; as vereadoras de Curitiba Carol Dartora (PT), Professora Josete (PT) e Renato Freitas (PT); o presidente da Câmara de Vereadores de São Mateus do Sul, Omar Pichett (PROS); o vereador de Araucária, Aparecido da Reciclagem (PDT); os deputados estaduais Arilson Chiaratto (PT), Professor Lemos (PT), Tadeu Veneri (PT) e Requião Filho (MDB); além dos deputados federais Ênio Verri (PT-PR), Gleisi Hoffmann (PT-PR), Gustavo Fruet (PDT-PR) e Pedro Uczai (PT-SC).      

Logo após o encerramento da cerimônia, os delegados do Congresso participam da primeira mesa de debates do evento, através da plataforma de videoconferência Zoom, sobre o tema “Comunicação”, a partir das 19h30. Os palestrantes serão Érica Aragão, jornalista da CUT Nacional; Etory Sperandio, diretor de comunicação do Sindipetro ES; e Tadeu de Brito Oliveira Porto, secretário de comunicação da FUP. 

Na programação de quinta-feira (08), segundo dia de Congresso, serão mais duas mesas de debate. A primeira, às 18h00, com o tema “Trabalho e sindicalismo: pejotização e uberização”, contará com a presença de Sidnei Machado, advogado, professor e doutor em Direito do Trabalho; e Luiz Antônio Alves de Azevedo, ex-deputado e formador sindical. Já a segunda abordará a “terceirização”, com palestras de Normando Rodrigues, advogado e assessor jurídico da FUP; e Cloviomar Cararine, economista do Dieese e mestre em ciências sociais.    

Na sexta-feira (09), último dia de evento, os delegados se dividirão em cinco Grupos de Trabalho para a formulação das proposições do 8º Congresso. Os GTs terão as temáticas Modelo Negocial; Modelo Energético; Saúde, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho; Assistência Multidisciplinar de Saúde (AMS); e Mudanças no Mundo do Trabalho. 

Na sua Plenária Final, o Congresso vai aprovar as pautas, moções e bandeiras de lutas; eleger a delegação do Paraná e Santa Catarina à IX Plenária Nacional da FUP; e realizar a cerimônia de encerramento.  

Participação

Trabalhadores do Sistema Petrobrás sindicalizados, da ativa ou aposentados/pensionistas, que quiserem acompanhar as mesas de debate do 8º Congresso desta quarta (07) e quinta-feira (08) como observadores devem requerer inscrição através dos telefones/whatsapps (41) 99175-2226 (Repar) e (41) 99235-1435 (SIX, Transpetro e Fafen). É preciso informar nome completo, matrícula, unidade, setor, se está em regime de turno ou administrativo, ou ainda se é aposentado/pensionista, telefone e e-mail.  

Leia também:

> Parlamentares defendem a Fafen-PR e criticam o desmonte da Petrobrás

> Requião ressalta a importância da Petrobrás para o desenvolvimento do Brasil na pré-abertura do 8º Congresso Regional

[Da imprensa do Sindipetro-PR/SC]

Última modificação em Sexta, 06 Agosto 2021 12:25

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.