Gestão em Cabiúnas coage trabalhadores por escala maior e NF reforça direito à greve

Segunda, 17 Maio 2021 16:59

O Sindipetro-NF recebeu, nos últimos dias, diversas denúncias sobre pressões da gestão da base de Cabiúnas para a extensão da escala dos trabalhadores. A gerência está veiculando uma falsa informação de que haveria  obrigatoriedade de cumprimento desta escala extraordinária.

Desde 03 de maio de 2021 os petroleiros e petroleiras do Norte Fluminense estão em greve, com os contratos de trabalho suspensos, conforme dispõe a Lei de Greve. Não há, portanto, relação de subordinação dos trabalhadores às chefias.

Desta forma, o sindicato reforça a orientação sobre o cumprimento da escala normal neste período de greve para o administrativo (cumprimento de jornada de 8 horas e hora-extras apenas no sobreaviso) e para o pessoal de turno (cumprimento de escala de 6 x 9 , com jornada de 12 horas previstas e não atendimento de chamados na folga).

[Da imprensa do Sindipetro-NF]

Publicado em Sistema Petrobrás

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.