Petroleiros dão inicio à vigília itinerante em defesa da Petrobrás e da Bahia

Quarta, 29 Julho 2020 16:46

[Da imprensa do Sindipetro-BA]

A partir do dia 31 de julho, sexta-feira, o Sindipetro Bahia dá inicio à vigília itinerante em defesa da Petrobrás e da Bahia com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a importância da estatal para a garantia do crescimento econômico, comercial e industrial do estado.

A vigília terá como ponto de partida a cidade do Salvador. Diretores do Sindipetro, respeitando as regras de distanciamento devido à pandemia da covid-19, embarcarão em um ônibus que será “envelopado” com um grande adesivo com o slogan “Vigília itinerante em defesa da Petrobrás e da Bahia”. Eles estarão em frente ao edifício Torre Pituba (Av ACM 1113), às 8h da sexta-feira (31), onde realizarão um ato que dará inicio à vigília.

Esse ônibus circulará pelas unidades que fazem parte do Sistema Petrobrás – na capital e interior do estado (veja calendário no final da matéria). Em cada um desses municípios será feita uma vigília em frente à unidade da estatal e também uma manifestação no centro da cidade.

A vigília é também a reação da categoria petroleira ao desmonte e privatização predatória e irresponsável, implementados em ritmo acelerado pelo governo entreguista e de extrema direita de Bolsonaro, Guedes e Castello Branco, que atinge em cheio a Bahia.

“Pesquisas apontam que a maior parte da população é contra a privatização da Petrobrás, mas muita gente não entende o que de fato essa privatização pode representar para as suas vidas, para o seu dia a dia, e nós vamos explicar. Queremos acender no coração do brasileiro o amor a essa grande empresa que sempre foi motivo de orgulho. Não deixaremos que extremistas, liberais radicais e o capital internacional, com interesses escusos e particulares, manchem o nome da Petrobrás para vendê-la a preços módicos, causando grande prejuízo ao Brasil”, afirma o diretor de comunicação do Sindipetro, Radiovaldo Costa.

“Com essa vigília vamos aonde o povo está para mostrar à população porque o Brasil precisa da Petrobrás enquanto empresa pública para garantir a soberania e o desenvolvimento do país”, ressalta o coordenador do Sindipetro, Jairo Batista.

Veja o calendário da Vigília:

31 de julho (sexta) – Salvador – Torre Pituba
3 de agosto (segunda) – Itabuna – Osub
4 de agosto (terça) – Jequié – Transpetro
5 de agosto (quarta) – Candeias – OP-Can e Petrobrás Biodiesel
6 de agosto (quinta) – São Francisco do Conde – Rlam
7 de agosto (sexta) – Madre de Deus -Temadre
10 de agosto (segunda) – São Sebastião do Passé – Taquipe
11 de agosto (terça) – Catu – Santiago
12 de agosto (quarta) – Mata de São João
13 de agosto (quinta) – Camaçari – Fafen
14 de agosto (sexta) – Alagoinhas – Buracica
17 de agosto (segunda) – Entre Rios – Bálsamo
18 de agosto (terça) – Araçás – Unidade de Araças
19 de agosto (quarta) – São Francisco do Conde – Refinaria Landulpho Alves (Rlam).

Última modificação em Terça, 03 Novembro 2020 12:44

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) foi criada em 1994, fruto da evolução histórica do movimento sindical petroleiro no Brasil, desde a criação da Petrobrás, em 1953. É uma entidade autônoma, independente do Estado, dos patrões e dos partidos políticos e com forte inserção em suas bases.